Banner 468x60
Banner 180x60
Boa noite.
Sexta-Feira, 19 de Janeiro de 2018.
 
E-mail:  Senha:

 

 
Nome

E-mail


 
Saiba como anunciar na Revista e no Site CONCERTO.
   


Vitrine Musical 2016 - Clique aqui e veja detalhes dos anunciantes

 
 
Neschling é aplaudido como novo diretor do Teatro Municipal de São Paulo e anuncia atrações de 2013 (30/1/2013)

Em uma reunião para artistas, professores e funcionários do Teatro Municipal de São Paulo (TMSP), realizada no próprio espaço do teatro, o maestro John Neschling fez seu primeiro pronunciamento como diretor artístico do TMSP. Na mesma ocasião, José Luis Herencia (que entre 2008 e 2010 havia trabalhado no Ministério da Cultura na gestão de Juca Ferreira, atual secretário de municipal cultura) apresentou-se como novo diretor administrativo.

A Revista CONCERTO apurou que em seu discurso José Luis Herencia destacou os desafios da nova gestão: a regularização dos contratos de artistas e professores, a conclusão das obras da Praça das Artes (inaugurada inconclusa pouco antes do término da última gestão) e da reforma do próprio TMSP, e a implantação efetiva da Fundação TMSP, que tem na ausência de uma Organização Social (OS) disposta a gerenciar o teatro um de seus principais entraves. Herencia espera que este problema seja resolvido ainda neste primeiro semestre.

Logo após a fala do novo diretor administrativo da instituição (recebido com palmas pelos presentes), o maestro John Neschling realizou seu pronunciamento, tranquilizando os presentes dizendo que não ocorreriam audições ou demissões. “O que tenho que fazer aqui é totalmente diferente do que tive que fazer na reestruturação da Osesp”, falou Neschling, evocando o trabalho realizado na esfera estadual paulista. “Ao contrário da Osesp de anos atrás, temos aqui uma boa orquestra, um bom coral, um bom corpo de baile. Temos lugar de ensaio e temos um teatro, enquanto que na antiga Osesp a gente ensaiava num restaurante. Tive que criar tudo do zero!”

Em relação à parte artística, Neschling reiterou o compromisso da gestão anterior, então sob a direção artística do maestro Abel Rocha, de fazer do teatro uma casa dedicada ao repertório lírico, com planos para, no longo prazo, fazer da instituição a principal casa de ópera da América Latina.

Apesar de estar ainda em fase de conclusão, Neschling adiantou alguns títulos da temporada 2013, que até julho deverá, no entanto, ser dedicada exclusivamente a concertos sinfônicos. “Não há tempo hábil de fazermos produções operísticas com a qualidade que julgo ser necessária.” A partir de agosto, a temporada oficial deverá levar ao palco do Teatro Municipal cinco títulos (antes disso, a ópera Ça ira, do roqueiro Roger Waters, será realizada em maio, mas fora da programação oficial). Três dos cinco títulos deverão ser montados a partir de produções estrangeiras e dois serão realizados pela própria casa, entre elas, O ouro do Reno, de Richard Wagner, dando assim continuidade à elaboração do Anel paulistano. A lista inclui ainda La bohème de Puccini, Jupyra de Francisco Braga, Cavalleria Rusticana de Mascagni, Aida de Verdi e Don Giovanni de Mozart.

Ao longo de sua fala, Nesching foi aplaudido com entusiasmo duas vezes e uma terceira salva encerrou seu discurso.



Mais Notícias

Retrospectiva 2017 – Irineu Franco Perpetuo (depoimento de dezembro de 2017) (19/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Neil Thomson (depoimento de dezembro de 2017) (18/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Edmilson Venturelli (depoimento de dezembro de 2017) (17/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Paulo Zuben (depoimento de dezembro de 2017) (16/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Danilo Santos de Miranda (depoimento de dezembro de 2017) (15/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Sidney Molina (depoimento de dezembro de 2017) (12/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Roberto Minczuk (depoimento de dezembro de 2017) (11/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Claudia Toni (depoimento de dezembro de 2017) (10/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Sabine Lovatelli (depoimento de dezembro de 2017) (9/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Arthur Nestrovski (depoimento de dezembro de 2017) (8/1/2018)
CD “Sergio e Eduardo Abreu: BBC Recital 1970” vence o Prêmio CONCERTO 2017 na categoria CD / DVD / Livro (5/1/2018)
Tenor Atalla Ayan vence Prêmio CONCERTO 2017 na categoria Jovem Talento (5/1/2018)
Violinista Isabelle Faust e Projeto Smetak vencem Prêmio CONCERTO 2017 na Categoria Música de Câmara / Recital / Coral (4/1/2018)
Osesp, Krysztof Penderecki e Isabelle Faust ganham o Prêmio CONCERTO 2017 na categoria Música Orquestral. (4/1/2018)
“L’Orfeo”, de Monteverdi, ganha o Prêmio CONCERTO 2017 na categoria Ópera (3/1/2018)
Antonio Meneses vence o Grande Prêmio CONCERTO 2017 (2/1/2018)
Feliz Ano Novo! (31/12/2017)
Fernando Bicudo é o novo presidente do Theatro Municipal do Rio de Janeiro; Heller-Lopes é exonerado (28/12/2017)
Festivais de verão oferecem diversificada agenda de concertos (27/12/2017)
Grandes solistas participam de concerto de gala de Ano Novo em Ilhabela (22/12/2017)
Roberto Minczuk e Marcelo Bratke recebem a Ordem do Mérito Cultural   (21/12/2017)
A “flauta mágica”, de Mozart, ganha nova produção no Theatro Municipal de São Paulo (15/12/2017)
APCA apresenta premiados de 2017 (12/12/2017)
Orquestra Jovem do Estado encerra ano com Stravinsky e Nielsen (11/12/2017)
Filarmônica de Goiás realiza estreia de obra de Michelle Agnes (8/12/2017)
Programa especial reúne grupos da USP na Sala São Paulo (7/12/2017)
 
Ver todas as notícias anteriores
 
<< voltar

 


< Mês Anterior Janeiro 2018 Próximo Mês >
D S T Q Q S S
31 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31 1 2 3
 

 
São Paulo:

19/1/2018 - Duo Fryvan

Rio de Janeiro:
24/1/2018 - José Carlos Vasconcellos - piano

Outras Cidades:
30/1/2018 - Paraupebas, PA - Academia Jovem Concertante
 




Clássicos Editorial Ltda. © 2018 - Todos os direitos reservados.

Rua João Álvares Soares, 1404
CEP 04609-003 – São Paulo, SP
Tel. (11) 3539-0045 – Fax (11) 3539-0046