Banner 180x60
Bom dia.
Sexta-Feira, 19 de Janeiro de 2018.
 
E-mail:  Senha:

 

 
Nome

E-mail


 
Saiba como anunciar na Revista e no Site CONCERTO.
   


Vitrine Musical 2016 - Clique aqui e veja detalhes dos anunciantes

 
 
Conselho do Municipal de SP discute reposicionamento do Coral Paulistano e da OER; 2014 terá oito óperas (14/11/2013)

Em reunião que teve transmissão ao vivo pela internet, o Conselho Deliberativo da Fundação Theatro Municipal de São Paulo discutiu na manhã de hoje os rumos do Coral Paulistano e da Orquestra Experimental de Repertório (OER). O futuro dos grupos, ambos corpos estáveis do teatro, gerou acaloradas discussões nas últimas semanas, em virtude de declarações da direção do Municipal, que, em relação ao Coral Paulistano, aventou a possibilidade de fusão com o Coral Lírico, e, em relação à OER, avaliou a ideia de transferi-la para o Teatro Paulo Eiró, no bairro de Santo Amaro.

Abrindo a reunião, o secretário da cultura Juca Ferreira fez um longo pronunciamento em que apontou um “ataque especulativo” contra a nova gestão da Fundação Theatro Municipal. “Há uma tentativa de denegrir o trabalho. Mas é preciso que se compreenda que estamos buscando uma solução estrutural, uma qualificação da gestão pública. E estamos em perfeita sintonia com o maestro Neschling e o diretor Herencia”, afirmou.

A reunião não levou a decisões conclusivas, mas apontou soluções. No caso do Coral Paulistano, a proposta é de que ele seja cedido à Secretaria de Cultura (ou seja, não passaria mais a responder à Fundação do TMSP), para que desenvolva um novo projeto que revalorize sua missão – que é a difusão da música brasileira coral a cappella – tanto em apresentações na Sala do Conservatório da Praça das Artes como em outros teatros da cidade. O maestro John Neschling sugeriu que o valor histórico do conjunto fosse simbolizado também pela inclusão do nome de seu criador em sua denominação, que passaria a ser Coral Paulistano Mário de Andrade. A direção do Theatro Municipal esclareceu que essa solução não significaria que o Coral Paulistano não pudesse eventualmente participar de produções de óperas da casa.

Em relação à Orquestra Experimental de Repertório, a reunião reafirmou consensualmente a importância do trabalho desenvolvido pelo grupo dirigido pelo maestro Jamil Maluf. Neschling afirmou que, diferentemente do Coral Paulistano, a OER faz parte do setor “de formação” do Theatro Municipal, e que a ideia é a de reforçar essa sua vocação. O secretário da cultura Juca Ferreira expôs a intenção de criar um amplo projeto de educação musical, que pudesse ser encabeçado pela OER e o maestro Jamil Maluf. “Eu chamei o maestro Jamil Maluf para conversar e discutir formas de ampliar o trabalho. Então não é verdade que queiramos acabar com o trabalho da OER. É o contrário, queremos ampliá-lo”, afirmou. Independentemente do novo projeto, a OER seguiria apresentando concertos no Theatro Municipal, bem como eventualmente óperas, mas passaria a reforçar também uma agenda de apresentações nos teatros de bairro da Prefeitura.

Dada a complexidade do assunto e a pouca informação concretamente disponível, o conselheiro Vladimir Safatle pediu para que se postergasse as decisões para uma futura reunião, em que também deveria ser convidado o maestro Jamil Maluf para que ele expusesse pessoalmente as suas ideias e pontos de vista. A nova reunião deverá ser agendada nos próximos 15 dias.

Na reunião, o maestro John Neschling também apresentou a nova programação de 2014, que sofreu algumas alterações em relação àquela divulgada em julho. A temporada oficial terá seis espetáculos: Il Trovatore, Falstaff, Carmen, Salomé, Cavalleria Rusticana / Pagliacci e Tosca. Além disso, serão apresentados outros dois títulos: Satyagraha,de Philip Glass (pela OER) e Fome de bola, de Francis Hime. Como neste ano, o Theatro Municipal segue com os concertos sinfônicos da Orquestra Sinfônica Municipal (6 programas com duas apresentações cada) e da OER (4 programas), bem como 4 espetáculos do Balé Cidade de São Paulo. Também a Sala do Conservatório terá extensa programação, com o Quarteto da Cidade de São Paulo (14 concertos), música de câmara (7 concertos) e música instrumental brasileira (14 shows).

[Revisto em 15/11: Título anterior, “2014 terá seis óperas”, referia-se apenas a temporada oficial; no total, serão oito espetáculos no ano que vem.]

Clássicos Editorial Ltda. © 2013 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.
 



Mais Notícias

Retrospectiva 2017 – Neil Thomson (depoimento de dezembro de 2017) (18/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Edmilson Venturelli (depoimento de dezembro de 2017) (17/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Paulo Zuben (depoimento de dezembro de 2017) (16/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Danilo Santos de Miranda (depoimento de dezembro de 2017) (15/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Sidney Molina (depoimento de dezembro de 2017) (12/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Roberto Minczuk (depoimento de dezembro de 2017) (11/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Claudia Toni (depoimento de dezembro de 2017) (10/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Sabine Lovatelli (depoimento de dezembro de 2017) (9/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Arthur Nestrovski (depoimento de dezembro de 2017) (8/1/2018)
CD “Sergio e Eduardo Abreu: BBC Recital 1970” vence o Prêmio CONCERTO 2017 na categoria CD / DVD / Livro (5/1/2018)
Tenor Atalla Ayan vence Prêmio CONCERTO 2017 na categoria Jovem Talento (5/1/2018)
Violinista Isabelle Faust e Projeto Smetak vencem Prêmio CONCERTO 2017 na Categoria Música de Câmara / Recital / Coral (4/1/2018)
Osesp, Krysztof Penderecki e Isabelle Faust ganham o Prêmio CONCERTO 2017 na categoria Música Orquestral. (4/1/2018)
“L’Orfeo”, de Monteverdi, ganha o Prêmio CONCERTO 2017 na categoria Ópera (3/1/2018)
Antonio Meneses vence o Grande Prêmio CONCERTO 2017 (2/1/2018)
Feliz Ano Novo! (31/12/2017)
Fernando Bicudo é o novo presidente do Theatro Municipal do Rio de Janeiro; Heller-Lopes é exonerado (28/12/2017)
Festivais de verão oferecem diversificada agenda de concertos (27/12/2017)
Grandes solistas participam de concerto de gala de Ano Novo em Ilhabela (22/12/2017)
Roberto Minczuk e Marcelo Bratke recebem a Ordem do Mérito Cultural   (21/12/2017)
A “flauta mágica”, de Mozart, ganha nova produção no Theatro Municipal de São Paulo (15/12/2017)
APCA apresenta premiados de 2017 (12/12/2017)
Orquestra Jovem do Estado encerra ano com Stravinsky e Nielsen (11/12/2017)
Filarmônica de Goiás realiza estreia de obra de Michelle Agnes (8/12/2017)
Programa especial reúne grupos da USP na Sala São Paulo (7/12/2017)
TV Cultura apresenta no domingo final do Prelúdio 2017 (6/12/2017)
Marin Alsop será “regente de honra” da Osesp (6/12/2017)
 
Ver todas as notícias anteriores
 
<< voltar

 


< Mês Anterior Janeiro 2018 Próximo Mês >
D S T Q Q S S
31 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31 1 2 3
 

 
São Paulo:

19/1/2018 - Duo Fryvan

Rio de Janeiro:
24/1/2018 - José Carlos Vasconcellos - piano

Outras Cidades:
30/1/2018 - Paraupebas, PA - Academia Jovem Concertante
 




Clássicos Editorial Ltda. © 2018 - Todos os direitos reservados.

Rua João Álvares Soares, 1404
CEP 04609-003 – São Paulo, SP
Tel. (11) 3539-0045 – Fax (11) 3539-0046