Banner 180x60
Bom dia.
Terça-Feira, 16 de Janeiro de 2018.
 
E-mail:  Senha:

 

 
Nome

E-mail


 
Saiba como anunciar na Revista e no Site CONCERTO.
   


Vitrine Musical 2016 - Clique aqui e veja detalhes dos anunciantes

 
 
Grandes artistas apresentam “O Barbeiro de Sevilha” no Rio de Janeiro (25/5/2009)

A Orquestra Sinfônica e o Coro do Theatro Municipal do Rio de Janeiro apresentam, nos próximos dias 27 e 28 de maio, O Barbeiro de Sevilha, do italiano Gioachino Rossini. A ópera será interpretada no mesmo local em que estreou no Brasil em 1821, no então Teatro São João, hoje o Teatro João Caetano. [O Theatro Municipal do Rio de Janeiro, que em julho completa 100 anos, está fechado para reformas.]

O Barbeiro de Sevilha terá regência do maestro paulista Osvaldo Colarusso. No papel do barbeiro Fígaro o público carioca ouvirá o barítono Leonardo Neiva, que acaba de vencer o XII Prêmio Carlos Gomes de Ópera e Música Erudita.

Seguindo a partitura de Rossini, a ópera terá um mezzo-soprano no papel de Rosina – e não um soprano ligeiro, como se usou até a década de 50. No João Caetano, quem assume o papel é a mezzo-soprano Luciana Bueno. O tenor Flávio Leite interpreta o Conde de Almaviva e baixo-barítono Licio Bruno fará Don Bartolo.

Serviço:
Ópera em forma de concerto
O Barbeiro de Sevilha
Orquestra Sinfônica e Coro do Theatro Municipal
Regência: Osvaldo Colarusso
Solistas: Leonardo Neiva, Luciana Bueno, Flavio Leite e Licio Bruno
Local: Teatro João Caetano – Praça Tiradentes
Dias: 27 e 28 de maio, às 19h30
Preço: R$ 20,00

A seguir, mais informações fornecidas pela assessoria de imprensa do Theatro Municipal do Rio de Janeiro:

Enredo - O Barbeiro de Sevilha conta a história do Conde de Almaviva, que se apaixona pela jovem Rosina, protegida do velho Dr. Bartolo. O senhor a mantém sob constante vigilância, com a intenção de um dia desposá-la. Mas, com a ajuda do barbeiro Fígaro, figura hilariante e muito popular na cidade, Almaviva consegue aproximar-se de Rosina, driblando o velho tutor com incríveis disfarces e artimanhas.

Gioachino Antonio Rossini - Nasceu no dia 29 de fevereiro de 1792, na pequena cidade de Pesaro, na Itália, e recebeu as suas primeiras lições musicais do pai, que tocava trompa e trompete na orquestra local. Aprendeu piano rapidamente e em 1806 entrou para o Conservatório Musical de Bolonha. Mas parece que a aridez do contraponto não cativava o jovem Rossini, que sentia jorrar dentro de si um turbilhão de ideias musicais e ansiava por lhes dar vazão. Em 1810 abandona o conservatório e segue para Veneza, onde estreia a sua primeira ópera, La Cambiale di Matrimonio. Com um estilo e uma sonoridade que fazem lembrar o seu admirado Mozart, Rossini fez sucesso na Itália e fora dela. O próprio Beethoven se declarou admirador dele, augurando-lhe o reconhecimento que o mundo da música já lhe tributava em vida e que ainda hoje lhe é devido. O século XX consagrou-o como nome maior da ópera cômica. O Barbeiro de Sevilha é a sua obra mais conhecida.



Mais Notícias

Retrospectiva 2017 – Danilo Santos de Miranda (depoimento de dezembro de 2017) (15/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Sidney Molina (depoimento de dezembro de 2017) (12/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Roberto Minczuk (depoimento de dezembro de 2017) (11/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Claudia Toni (depoimento de dezembro de 2017) (10/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Sabine Lovatelli (depoimento de dezembro de 2017) (9/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Arthur Nestrovski (depoimento de dezembro de 2017) (8/1/2018)
CD “Sergio e Eduardo Abreu: BBC Recital 1970” vence o Prêmio CONCERTO 2017 na categoria CD / DVD / Livro (5/1/2018)
Tenor Atalla Ayan vence Prêmio CONCERTO 2017 na categoria Jovem Talento (5/1/2018)
Violinista Isabelle Faust e Projeto Smetak vencem Prêmio CONCERTO 2017 na Categoria Música de Câmara / Recital / Coral (4/1/2018)
Osesp, Krysztof Penderecki e Isabelle Faust ganham o Prêmio CONCERTO 2017 na categoria Música Orquestral. (4/1/2018)
“L’Orfeo”, de Monteverdi, ganha o Prêmio CONCERTO 2017 na categoria Ópera (3/1/2018)
Antonio Meneses vence o Grande Prêmio CONCERTO 2017 (2/1/2018)
Feliz Ano Novo! (31/12/2017)
Fernando Bicudo é o novo presidente do Theatro Municipal do Rio de Janeiro; Heller-Lopes é exonerado (28/12/2017)
Festivais de verão oferecem diversificada agenda de concertos (27/12/2017)
Grandes solistas participam de concerto de gala de Ano Novo em Ilhabela (22/12/2017)
Roberto Minczuk e Marcelo Bratke recebem a Ordem do Mérito Cultural   (21/12/2017)
A “flauta mágica”, de Mozart, ganha nova produção no Theatro Municipal de São Paulo (15/12/2017)
APCA apresenta premiados de 2017 (12/12/2017)
Orquestra Jovem do Estado encerra ano com Stravinsky e Nielsen (11/12/2017)
Filarmônica de Goiás realiza estreia de obra de Michelle Agnes (8/12/2017)
Programa especial reúne grupos da USP na Sala São Paulo (7/12/2017)
TV Cultura apresenta no domingo final do Prelúdio 2017 (6/12/2017)
Marin Alsop será “regente de honra” da Osesp (6/12/2017)
Marin Alsop rege "Sinfonia nº 9" de Mahler à frente da Osesp (5/12/2017)
Prêmio CONCERTO divulga finalistas; leitores podem votar na página da CONCERTO no Facebook (4/12/2017)
 
Ver todas as notícias anteriores
 
<< voltar

 


< Mês Anterior Janeiro 2018 Próximo Mês >
D S T Q Q S S
31 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31 1 2 3
 

 
São Paulo:

17/1/2018 - Espetáculo O compositor delirante

Rio de Janeiro:
16/1/2018 - Duo Bernardo Katz - violoncelo e Holly Katz - piano

Outras Cidades:
27/1/2018 - Ilhabela, SP - Balés O lago dos cines, de Tchaikovsky e Melhor único dia (estreia), de Henrique Rodovalho
 




Clássicos Editorial Ltda. © 2018 - Todos os direitos reservados.

Rua João Álvares Soares, 1404
CEP 04609-003 – São Paulo, SP
Tel. (11) 3539-0045 – Fax (11) 3539-0046