Banner 468x60
Banner 180x60
Bom dia.
Quarta-Feira, 17 de Janeiro de 2018.
 
E-mail:  Senha:

 

 
Nome

E-mail


 
Saiba como anunciar na Revista e no Site CONCERTO.
   


Vitrine Musical 2016 - Clique aqui e veja detalhes dos anunciantes

 
 
Rio de Janeiro recebe 21ª Bienal de Música Brasileira Contemporânea (8/10/2015)

Entre os dias 10 e 19 de outubro, acontece no Rio de Janeiro a 21ª Bienal de Música Brasileira Contemporânea. Com patrocínio do Ministério da Cultura, realização da Funarte e apoio da Academia Brasileira de Música, a atual edição do evento tem direção artística de Flavio Silva e tem boa parte de sua programação centrada na Sala Cecília Meireles.

Como de costume, a agenda da bienal gravita em torno de algumas significativas efemérides da música nacional e, em 2015, o evento celebra os 70 anos de nascimento de Mário de Andrade, um dos intelectuais mais importantes da história da música brasileira, e o centenário de nascimento do compositor e professor Hans-Joachim Koellreutter, que, apesar de ter nascido na Alemanha, desempenhou papel fundamental na disseminação e modernização da música nacional no século XX. O evento ainda honra os compositores Mário Ficarelli (1935-2014), Luiz Cosme (1908-1965) e Eunice Katunda (1915-1990), cujo centenário também se comemora neste ano.

O concerto de abertura da bienal acontece no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, no dia 10, com a Orquestra Juvenil da Bahia, grupo de ponta do Neojiba (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia). Composto apenas por estreias mundiais, o repertório tem em sua primeira parte a regência de Eduardo Torres, que comanda E tornou-se fábula, de Alexandre Espinheira (uma das vencedoras do Prêmio Funarte de Composição Clássica de 2014), Apoteose de Rousseau, de Jorge Antunes, e Sete flechas: um batuque concertante, de Paulo Costa Lima (ambas encomendadas pela Funarte em 2014). A segunda parte é comandada por Ricardo Castro, diretor do Neojiba. Sob sua batuta, a Orquestra Juvenil da Bahia interpreta as 4 peças para orquestra, de Lucas Duarte (Prêmio Funarte 2014), Apsis, de Eli-Eri Moura, e A máquina do mundo, de Liduino Pitombeira (encomendas da Funarte em 2014).

A ampla programação segue com a participação de grupos como o UdiCello, Abstrai Ensemble, Duo Bretas/Kevorkian, Quarteto Radamés Gnattali, Quarteto Brasiliana, Camerata Profana, Quarteto Uirapuru, Grupo Cron e GNU, entre outros. Além de artistas como Daniel Guedes (violino), Luís Afonso Montanha (clarinete), Fábio Cury (fagote) e Tobias Volkmann (regência).

No dia 18 a bienal apresenta um concerto da Orquestra Sinfônica Nacional, que tem regência de Simone Menezes e Cláudio Cruz. No programa, peças de Nikolai Brucher, Roberto Victorio, Alexandre Schubert, Marisa Rezende, Emanuel Cordeiro e Flo Menzes – destaque para PostScriptio, que é interpretada por Cruz, solo, ao violino.

Encerra a programação, no dia 19, uma apresentação do Coletivo Chama. Formado por sete músicos e um arista visual, o grupo faz um reportório composto basicamente por canções de Mário de Andrade.

[Veja mais no Roteiro Musical]

Clássicos Editorial Ltda. © 2015 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.



Mais Notícias

Retrospectiva 2017 – Paulo Zuben (depoimento de dezembro de 2017) (16/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Danilo Santos de Miranda (depoimento de dezembro de 2017) (15/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Sidney Molina (depoimento de dezembro de 2017) (12/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Roberto Minczuk (depoimento de dezembro de 2017) (11/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Claudia Toni (depoimento de dezembro de 2017) (10/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Sabine Lovatelli (depoimento de dezembro de 2017) (9/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Arthur Nestrovski (depoimento de dezembro de 2017) (8/1/2018)
CD “Sergio e Eduardo Abreu: BBC Recital 1970” vence o Prêmio CONCERTO 2017 na categoria CD / DVD / Livro (5/1/2018)
Tenor Atalla Ayan vence Prêmio CONCERTO 2017 na categoria Jovem Talento (5/1/2018)
Violinista Isabelle Faust e Projeto Smetak vencem Prêmio CONCERTO 2017 na Categoria Música de Câmara / Recital / Coral (4/1/2018)
Osesp, Krysztof Penderecki e Isabelle Faust ganham o Prêmio CONCERTO 2017 na categoria Música Orquestral. (4/1/2018)
“L’Orfeo”, de Monteverdi, ganha o Prêmio CONCERTO 2017 na categoria Ópera (3/1/2018)
Antonio Meneses vence o Grande Prêmio CONCERTO 2017 (2/1/2018)
Feliz Ano Novo! (31/12/2017)
Fernando Bicudo é o novo presidente do Theatro Municipal do Rio de Janeiro; Heller-Lopes é exonerado (28/12/2017)
Festivais de verão oferecem diversificada agenda de concertos (27/12/2017)
Grandes solistas participam de concerto de gala de Ano Novo em Ilhabela (22/12/2017)
Roberto Minczuk e Marcelo Bratke recebem a Ordem do Mérito Cultural   (21/12/2017)
A “flauta mágica”, de Mozart, ganha nova produção no Theatro Municipal de São Paulo (15/12/2017)
APCA apresenta premiados de 2017 (12/12/2017)
Orquestra Jovem do Estado encerra ano com Stravinsky e Nielsen (11/12/2017)
Filarmônica de Goiás realiza estreia de obra de Michelle Agnes (8/12/2017)
Programa especial reúne grupos da USP na Sala São Paulo (7/12/2017)
Marin Alsop será “regente de honra” da Osesp (6/12/2017)
TV Cultura apresenta no domingo final do Prelúdio 2017 (6/12/2017)
Marin Alsop rege "Sinfonia nº 9" de Mahler à frente da Osesp (5/12/2017)
 
Ver todas as notícias anteriores
 
<< voltar

 


< Mês Anterior Janeiro 2018 Próximo Mês >
D S T Q Q S S
31 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31 1 2 3
 

 
São Paulo:

17/1/2018 - Espetáculo O compositor delirante

Rio de Janeiro:
17/1/2018 - Duo Roberto Taufic - violão e Gabriele Mirabassi - saxofone

Outras Cidades:
27/1/2018 - Ilhabela, SP - Balés O lago dos cines, de Tchaikovsky e Melhor único dia (estreia), de Henrique Rodovalho
 




Clássicos Editorial Ltda. © 2018 - Todos os direitos reservados.

Rua João Álvares Soares, 1404
CEP 04609-003 – São Paulo, SP
Tel. (11) 3539-0045 – Fax (11) 3539-0046