Banner 468x60
Banner 180x60
Bom dia.
Quinta-Feira, 18 de Janeiro de 2018.
 
E-mail:  Senha:

 

 
Nome

E-mail


 
Saiba como anunciar na Revista e no Site CONCERTO.
   


Vitrine Musical 2016 - Clique aqui e veja detalhes dos anunciantes

 
 
Nelson Freire lança CD duplo com Noturnos de Chopin (10/3/2010)

O pianista brasileiro Nelson Freire, que é considerado um dos mais importantes instrumentistas da atualidade, acaba de lançar um CD duplo com a integral dos Noturnos de Frédéric Chopin, como parte das comemorações pelos 200 anos de nascimento do compositor polonês.

Sobre os Noturnos e esta gravação, Nelson Freire falou com exclusividade ao jornalista Irineu Franco Perpétuo, em entrevista para a edição de março da Revistas CONCERTO.

Como foi gravar os Noturnos?
Foi difícil. É um mundo. Os Noturnos têm um pouco que ver com as sonatas de Beethoven, porque o Chopin está ali o tempo todo: desde o início até o fim na mesma forma musical, coisa que não acontece com os Prelúdios ou os Estudos, que são uma obra, são de uma época. Então temos os vários períodos dele. Tem aquele maravilhoso, que pouca gente toca, em sol maior [op. 37, nº 2], que é muito difícil, com suas terças, quartas, quintas, sextas e um movimento de barcarola na mão esquerda. Soube que ele escreveu isso indo para Mallorca, de barco. Os primeiros são aquelas maravilhas que você conhece, como o famosíssimo op. 9 nº 2. Tem os do meio, como o fantástico, dramático em dó menor [cantarola o Noturno op. 48 nº 1]. E, nos últimos, você vê uma grande diferença, com sua sofisticação, polifonia, contraponto. São mundos, são universos diferentes. Têm o mesmo tipo, o mesmo tamanho, a mesma soi-disant atmosfera, mas cada um é de um jeito.

Qual a dificuldade de tocá-los?
É entrar em cada um. Fazer um atrás do outro é difícil. Exige muito emocionalmente. Embora não pareça, é exaustivo. Eu acho que fiquei mais cansado gravando esses Noturnos do que com os Estudos, por incrível que pareça. Um cansaço emocional mesmo.

Você tinha ensaiado começar uma integral dos Noturnos na década de 1970. Como foi?
Eu não estava pronto. Chegou um ponto em que disse a mim mesmo: Mas o que é isso? É impossível! Não é um supermercado, em que você chega e faz um estoque. Você tem que incorporar aquela música. Chopin fez aquilo durante a vida inteira, imagine eu querer tocar tudo com 30 e poucos anos. Sabiamente, desisti.

[Compre o CD pela Loja CLÁSSICOS]



Mais Notícias

Retrospectiva 2017 – Edmilson Venturelli (depoimento de dezembro de 2017) (17/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Paulo Zuben (depoimento de dezembro de 2017) (16/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Danilo Santos de Miranda (depoimento de dezembro de 2017) (15/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Sidney Molina (depoimento de dezembro de 2017) (12/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Roberto Minczuk (depoimento de dezembro de 2017) (11/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Claudia Toni (depoimento de dezembro de 2017) (10/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Sabine Lovatelli (depoimento de dezembro de 2017) (9/1/2018)
Retrospectiva 2017 – Arthur Nestrovski (depoimento de dezembro de 2017) (8/1/2018)
CD “Sergio e Eduardo Abreu: BBC Recital 1970” vence o Prêmio CONCERTO 2017 na categoria CD / DVD / Livro (5/1/2018)
Tenor Atalla Ayan vence Prêmio CONCERTO 2017 na categoria Jovem Talento (5/1/2018)
Violinista Isabelle Faust e Projeto Smetak vencem Prêmio CONCERTO 2017 na Categoria Música de Câmara / Recital / Coral (4/1/2018)
Osesp, Krysztof Penderecki e Isabelle Faust ganham o Prêmio CONCERTO 2017 na categoria Música Orquestral. (4/1/2018)
“L’Orfeo”, de Monteverdi, ganha o Prêmio CONCERTO 2017 na categoria Ópera (3/1/2018)
Antonio Meneses vence o Grande Prêmio CONCERTO 2017 (2/1/2018)
Feliz Ano Novo! (31/12/2017)
Fernando Bicudo é o novo presidente do Theatro Municipal do Rio de Janeiro; Heller-Lopes é exonerado (28/12/2017)
Festivais de verão oferecem diversificada agenda de concertos (27/12/2017)
Grandes solistas participam de concerto de gala de Ano Novo em Ilhabela (22/12/2017)
Roberto Minczuk e Marcelo Bratke recebem a Ordem do Mérito Cultural   (21/12/2017)
A “flauta mágica”, de Mozart, ganha nova produção no Theatro Municipal de São Paulo (15/12/2017)
APCA apresenta premiados de 2017 (12/12/2017)
Orquestra Jovem do Estado encerra ano com Stravinsky e Nielsen (11/12/2017)
Filarmônica de Goiás realiza estreia de obra de Michelle Agnes (8/12/2017)
Programa especial reúne grupos da USP na Sala São Paulo (7/12/2017)
TV Cultura apresenta no domingo final do Prelúdio 2017 (6/12/2017)
Marin Alsop será “regente de honra” da Osesp (6/12/2017)
 
Ver todas as notícias anteriores
 
<< voltar

 


< Mês Anterior Janeiro 2018 Próximo Mês >
D S T Q Q S S
31 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31 1 2 3
 

 
São Paulo:

18/1/2018 - Espetáculo O compositor delirante

Rio de Janeiro:
24/1/2018 - José Carlos Vasconcellos - piano

Outras Cidades:
30/1/2018 - Paraupebas, PA - Academia Jovem Concertante
 




Clássicos Editorial Ltda. © 2018 - Todos os direitos reservados.

Rua João Álvares Soares, 1404
CEP 04609-003 – São Paulo, SP
Tel. (11) 3539-0045 – Fax (11) 3539-0046