Caçula da família Järvi rege a Osesp

por Redação CONCERTO 02/06/2010

O regente Kristjan Järvi é quem comanda o primeiro programa de junho da Osesp, dias 3, 4 e 5. Nascido na Estônia em 1972 e naturalizado norte-americano, Kristjan é o filho mais novo do regente Neeme Järvi, experiente músico que realizou mais de 400 gravações ao longo da carreira. A talentosa família ainda conta com Paavo, regente, e Maarika, flautista, todos filhos de Neemi. Estão no programa das récitas a Suíte lírica de Edvard Grieg e A sagração da primavera de Stravinsky.

 

Aclamado pelo New York Times como "uma força cinética no pódio, como um Leonard Bernstein renascido", Järvi combina suas raízes clássicas e a familiaridade com o repertório tradicional com um entusiasmo contagiante para a o repertório contemporâneo.

Ele é consultor artístico da Orquestra de Câmara de Basel, fundador e diretor musical do Absolute New York's Ensemble, fundador, maestro e diretor da Baltic Youth Philharmonic, fundador e diretor musical da Academia Absoluta e co-fundador do Programa Muusikaselts Estonian Orphanage.

Kristjan Järvi colabora regularmente com músicos como Arvo Pärt, Tan Dun, John Adams, Esa-Pekka Salonen, Renee Fleming, Joe Zawinul, Benny Andersson, Goran Bregovic, Paquito d'Rivera, Eitetsu Hayashi e Marcel Khalife.

Rege orquestras como a Sinfônica de Londres, com a qual fez uma turnê pela Europa e Asia na temporada 2009-10, Orquestra de Câmara de Lausanne, City of Birmingham Symphony Orchestra, Orquestra da Rádio de Berlim, Staatskapelle Dresden, Bayerische Rundfunk Symphony Orchestra, Orquestra da Gewandhaus de Leipzig, NDR Hamburg, Frankfurt Radio Symphony Orchestra, City of Birmingham Symphony Orchestra, Orchestre National de France, Orchestre de Paris, Accademia Nazionale di Santa Cecilia Rome, National Symphony Orchestra, Washington, Sydney Symphony e NHK Symphony do Japão.