Cancelado Festival Amazonas de Ópera

por Redação CONCERTO 12/04/2015

Está cancelada a edição de 2015 do Festival Amazonas de Ópera (FAO). A decisão vem após longo período de indefinição, em que se aventou inclusive a possibilidade de realização bienal do evento. A estreia do que seria a 19ª edição do festival já havia sido postergada para fins de maio, e a direção já trabalhava com a possibilidade da produção de apenas dois títulos encenados. Questionado, o diretor artístico, maestro Luiz Fernando Malheiro, confirmou que não se fará o FAO este ano, mas não quis se pronunciar a respeito. Também não há, por ora, nenhum comunicado oficial.

 

O Festival Amazonas de Ópera é o principal evento lírico brasileiro, com repercussão nacional e internacional. As montagens acontecem no centenário Teatro Amazonas, em Manaus, patrimônio histórico e arquitetônico nacional. Em suas 18 edições, o FAO se notabilizou em levar ao palco grandes títulos do repertório universal em montagens sempre originais e de qualidade. O evento fez história ao encenar pioneiramente no Brasil a integral do Anel do Nibelungo, de Richard Wagner, bem como títulos instigantes como Lady Macbeth do distrito de Mtzensk, de Shostakovich, e Lulu, de Alban Berg. Nos últimos anos, o Festival Amazonas de Ópera também estreou títulos de compositores brasileiros vivos, como Edmundo Villani-Côrtes e João Guilherme Ripper. O Festival Amazonas de Ópera é a ponta de uma grande engrenagem cultural do estado do Amazonas, que inclui a Amazonas Filarmônica, escola de música, escola de bailado, coros e orquestras, e que hoje impacta direta e indiretamente milhares de pessoas.

O Festival Amazonas de Ópera é uma realização do governo do Estado do Amazonas, por meio de sua Secretaria de Cultura. A nova gestão do governo, encabeçada pelo governador José Melo de Oliveira, do Pros, tomou posse em início do ano. José Melo era vice-governador da gestão anterior, de Omar Aziz. A Secretaria de Cultura segue sob a direção de Robério Braga, um dos grandes incentivadores do FAO e seu diretor geral.

[Secretário nega cancelamento. Clique aqui para ler.]

[Clique aqui para ler a entrevista que o maestro Luiz Fernando Malheiro concedeu à Revista CONCERTO em abril do ano passado, em meio aos preparativos para a 18ª edição do FAO.]