Com o barítono Paulo Szot, Osesp apresenta a opereta “Candide”, de Bernstein

por Redação CONCERTO 26/06/2014

Nesta semana, a Osesp faz três concertos especiais na Sala São Paulo, nos dias 27, 28 e 29 – de sexta a domingo. Sob regência da titular Marin Alsop, a orquestra executa um dos programas mais aguardados de sua temporada: a versão de concerto da opereta Candide, de Leonard Bernstein, o compositor transversal do atual ano da Osesp. A direção cênica é de Jorge Takla, que já comandou montagens de óperas como La traviata, de Verdi, e The Rake's Progress, de Stravinsky, no Theatro Municipal de São Paulo.

 

Antes do concerto, na sexta-feira, às 19h30, Alsop participa do Música na Cabeça, projeto da Osesp que promove o encontro de artistas com o público. Gratuita, a palestra será sobre Leonard Bernstein.

 

Estreada em 1956, a peça é baseada na novela Cândido, ou O otimismo, de Voltaire – a Osesp apresenta a versão datada de 1989, um ano antes da morte do compositor. Uma das composições mais conhecidas de Bernstein, a opereta tem trechos famosos, como sua abertura e a exigente ária para soprano Glitter and be gay (veja o trecho em interpretação de June Anderson, com Bernstein na regência, na seção Mídia).

O destaque das apresentações é a participação do barítono brasileiro Paulo Szot. Nascido em São Paulo e criado em Ribeirão Pires, Szot é filho de imigrantes poloneses. E foi na terra natal de seus pais que levou adiante seus estudos iniciados no Brasil, primeiro como bailarino e, mais tarde, após uma lesão no joelho, como cantor. A forte presença de palco nunca o abandonou e, aliada à sua voz privilegiada, transformou-o em um dos cantores brasileiros de maior sucesso no mundo. Transitando entre a ópera e o musical, Szot se estabeleceu como um dos principais nomes da Broadway e é presença habitual no Metropolitan Opera, em Nova York, onde reside atualmente.

Completam o elenco de cantores os norte-americanos Keith Jameson, Lauren Snouffer, Keith Phares, Joyce Castle, a francesa Marie Maroccolo e os brasileiros Moisés Téssalo, Aldo Duarte, Anderson Luiz de Souza e Erick Souza – além do Coro Acadêmico e do Coro da Osesp.

Ouvinte Crítico
Estes concertos estarão abertos a votação no Ouvinte Crítico. A enquete será lançada na sexta-feira, dia 27 de junho.

[Veja mais no Roteiro Musical]

[Nota atualizada às 16h10 do dia 26/6/2014]

Clássicos Editorial Ltda. © 2013 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.