Conselho Deliberativo do Theatro Municipal de São Paulo decide por mudanças no Coral Paulistano

por Redação CONCERTO 03/12/2013

No dia 2 de dezembro, o Conselho Deliberativo da Fundação Theatro Municipal de São Paulo aprovou uma série de mudanças para o Coral Paulistano. De acordo com a nota oficial emitida pela fundação, não haverá alterações no quadro de profissionais do coral, e será criado um regimento interno do grupo.

 

Ainda segundo a nota, a decisão foi unânime, busca o “fortalecimento do Coral Paulistano”, e se baseou no estudo apresentado pela fundação aos conselheiros em reunião feita no dia 14 de novembro.

Entre as mudanças estão o novo nome do grupo – que passa a se chamar Coral Paulistano Mário de Andrade, em homenagem a seu fundador –, e a criação de uma direção artística própria, ligada à Direção de Formação da Fundação TMSP.

A nota também afirma que anualmente o grupo realizará 20 programas dedicados à música clássica brasileira, e fará a encomenda de pelo menos quatro obras. Ao todo serão 40 apresentações – 10 delas na Sala do Conservatório, na Praça das Artes.

O grupo também deve atuar em outros espaços do Theatro Municipal e de instituições culturais da cidade, seguindo orientações da Secretaria Municipal de Cultura.

 

Leia abaixo a nota na íntegra da diretoria da Fundação Theatro Municipal de São Paulo:

O Conselho Deliberativo da Fundação Theatro Municipal aprovou hoje (02/12), por unanimidade, a proposta de fortalecimento do Coral Paulistano, que tomou como base o estudo apresentado pela FTM aos conselheiros na última reunião realizada no dia 14 de novembro.

De acordo com a proposta apresentada, o grupo passa a se chamar Coral Paulistano Mário de Andrade, em homenagem a seu fundador, e terá uma direção artística própria, vinculada à Direção de Formação da Fundação Theatro Municipal, e deverá realizar 20 programas anuais dedicados à música erudita brasileira, com a encomenda de pelo menos quatro obras inéditas.

Estes programas deverão ser levados ao público em 40 apresentações anuais, sendo 10 na Sala do Conservatório - Praça das Artes, ou em outros espaços da FTM, e as demais em outros equipamentos culturais do município, de acordo com as orientações da Coordenação de Programação do Circuito Cultural Paulistano, da Secretaria Municipal de Cultura.

O Coral Paulistano Mário de Andrade poderá também atuar junto à programação do Theatro Municipal de São Paulo e/ou da Orquestra Experimental de Repertório, conforme as determinações comuns entre as direções artísticas/regentes.

O atual quadro de profissionais do Coral será mantido, e será criado um regimento interno do grupo.
 
Fundação Theatro Municipal de São Paulo

 

Notícias relacionadas:
-Conselho do TMSP discute reposicionamento do Coral Paulistano e da OER (14/11/2013)
-TMSP divulga nota sobre possível fusão dos corais Líricos e Paulistano (11/10/2013)
-Theatro Municipal funde corais Lírico e Paulistano (25/9/2013)

Clássicos Editorial Ltda. © 2013 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.