CoralUSP comemora 45 anos com “A Tempestade”, de Purcell/Shakespeare

por Redação CONCERTO 30/03/2012

Neste sábado, 31 de março, no Teatro Municipal de Osasco e no domingo no Instituto de Artes da Unesp, o CoralUSP e a Orquestra Sinfônica da Universidade de São Paulo apresentam A Tempestade, música incidental de Henry Purcell para peça homônima de Shakespeare. O maestro Alberto Cunha é quem rege as duas apresentações, que têm como solistas as sopranos Antonieta Bastos, Berenice Barreira, Narilane Camacho e Rosana Amado, o tenor José Palomares, o barítono João Vitor e o baixo Fernando Coutinho. O ator Fernando Grecco será o narrador.

 

A música de A Tempestade foi escrita com base na peça de William Shakespeare modificada por John Dryden, um dramaturgo muito atuante no Teatro de Lincoln’s Inn Fields. Dryden reescreveu a peça de Shakespeare, acrescentando várias personagens inexistentes no original e criando novas cenas. A música escrita para essa peça era executada nos intervalos entre cenas e entre atos, envolvendo personagens secundárias ou apenas o coro. Devido à falta de fontes autênticas (o manuscrito original está perdido), não se pode afirmar categoricamente que a música para A Tempestade seja de Purcell (exceto a canção “Dear pretty youth”, que foi publicada separadamente como de sua autoria). A despeito dessa incerteza, a partitura exibe vários gestos composicionais característicos de Purcell. A peça tem início com uma abertura francesa, e contém diversas árias de grande dificuldade técnica, como aquelas dos solistas masculinos, mas também números de intensa expressividade, como a ária “Dry those eyes” e o dueto final com coro “No stars again shall hurt you”.

O CoralUSP foi fundado em 1967 pelo maestro Benito Juarez e por José Luiz Visconti e no início reunia estudantes da Escola Politécnica e da Escola de Enfermagem da USP. Em 1989 passou a fazer parte da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária. O CoralUSP realizou quatro turnês pelo exterior (EUA, Europa, África e Argentina) e recebeu cinco premiações da APCA - Associação Paulista dos Críticos de Arte, como o melhor Coral do Estado de São Paulo.

Com cerca de 110 apresentações anuais, o CoralUSP tem hoje aproximadamente 600 cantores distribuídos em mais de uma dezena de conjuntos corais: Grupo 12 em ponto e CoralUSP XI de Agosto - Faculdade de Direito/USP (regente: Eduardo Fernandes); Grupo Zimana e Grupo Jupará (regente: Alberto Cunha); Grupo Sestina e Grupo Tarde (regente: Marcia Hentschel); CoralUSP Estação Ciência - Estação Ciência/USP e CoralUSP Dona Yayá - Casa de Dona Yayá (regente: Mauro Aulicino); Grupo Azul Dia e Grupo Azul Noite (regente: André Juarez); e Grupo Sul Fiato (regente: Paula Christina Monteiro).

Nas duas apresentações de A Tempestade a entrada é franca.

[Veja detalhes no Roteiro Musical]