Coro da Osesp faz leitura pública do “Réquiem” de Fauré

por Redação CONCERTO 19/11/2010

No domingo, dia 21 de novembro, o Coro da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo realiza às 11h00 na Sala São Paulo - dentro da programação dos Concertos Matinais - uma leitura pública do Réquiem de Gabriel Fauré. Nesse espetáculo, o público pode cantar ao lado dos músicos do Coro da Osesp. Para isso, os interessados devem levar sua partitura da obra.

A maestrina Naomi Munakata, que rege o grupo desde sua fundação, é uma das mais fervorosas defensoras da música coral em nosso país. Além de apresentar um programa de música coral na Rádio Cultura FM, Naomi acumula as funções de Diretora da Escola Municipal de Música, professora da Faculdade de Artes Alcântara Machado, de coordenadora do Coral Jovem do Estado de São Paulo e, junto à Osesp, de Cordenadora e regente dos Coros Sinfônico e de Câmara.

Naomi iniciou os estudos musicais ao piano aos quatro anos de idade e começou a cantar aos sete, no coral regido por seu pai. Estudou ainda violino e harpa. Formou-se em composição e regência em 1978, pela Faculdade de Música do Instituto Musical de São Paulo, na classe de Roberto Schnorrenberg. Estreou com o Réquiem de Fauré à frente da Orquestra Jovem Municipal.

A vocação para a regência começou a ser trabalhada em 1973, com maestros como Eleazar de Carvalho, Hugh Ross, Sérgio Magnani e John Neschling. Anos depois, essa opção lhe valeria o prêmio de Melhor Regente Coral, pela Associação Paulista dos Críticos de Arte do Brasil. Estudou ainda regência, análise e contraponto com o maestro Hans Joachim Koellreutter.

Em 1986, recebeu do governo japonês uma bolsa de estudos para o curso de aperfeiçoamento em regência da Universidade de Tóquio. Participou de cursos internacionais com maestros como John Poole (Inglaterra), Caes Rottvell (Holanda) e Eric Ericson (Suécia, com bolsa da Fundação Vitae).