Experimental de Repertório recebe o brasileiro Luíz Fílip, violinista da Filarmônica de Berlim

por Redação CONCERTO 09/08/2013

Entre duas récitas de Aida, o palco do Theatro Municipal de São Paulo recebe a Orquestra Experimental de Repertório, que se apresenta neste sábado, dia 10 de agosto, com o maestro Victor Hugo Toro e as participações solistas do violinista Luíz Fílip, brasileiro que integra o naipe de primeiros violinos da Filarmônica de Berlim, e da harpista argentina Soledad Yaya, monitora da orquestra.

 

O programa, dedicado ao repertório romântico do século XIX, reúne a abertura de A Gruta de Fingal, de Felix Mendelssohn, Scottish Fantasy, op. 46, de Max Bruch e a Sinfonia nº 1, op. 38, si bemol maior, ‘Primavera’, de Robert Schumann.

Violinista da Filarmônica de Berlim, o paulistano Luíz Fílip foi membro da Academia da Filarmônica e atualmente integra o Ensemble Berlin, grupo de câmara vinculado à orquestra alemã. Ele reside na Alemanha desde 2001, apresentando-se regularmente em cidades como Berlim, Roma, Tóquio, Tel Aviv e Paris. Participa também de festivais como o Rolandseck e do Aix-en-Provence.

Luíz Fílip já foi premiado em concursos internacionais como Tibor Varga, Henry Marteau e Gerhard Taschner. Entre seus parceiros de música de câmara figuram Guy Braunstein, Dashin Kashimoto, François Leleux, Gilbert Audin, Amihai Grosz e Wilfried Strehle. Suas gravações incluem Bach com a Academia da Filarmônica de Berlim, um DVD com os concertos para violino de Camargo Guarnieri e um CD com obras de Villani-Côrtes com o pianista Paul Rivinius, dentre outras.

[Veja detalhes no Roteiro Musical]

Clássicos Editorial Ltda. © 2013 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.