Fundação Osesp faz demissões após corte de verbas

por Redação CONCERTO 22/05/2015

Em razão de um corte de R$ 10 milhões no repasse da Secretaria da Cultura, a Fundação Osesp demitiu 35 profissionais de suas áreas administrativa e de manutenção. Conforme nota distribuída, a “decisão não atinge músicos instrumentistas e coralistas” e a “temporada Osesp será mantida na sua íntegra”. A Fundação Osesp também informa que os projetos educacionais serão preservados.

O valor de R$ 10 milhões corresponde a aproximadamente 10% do orçamento total anual da Fundação Osesp (R$ 100 milhões); cerca de metade deste valor é captado pela própria fundação em patrocínios, venda de ingressos, aluguel da sala e outras receitas.

Desde o começo do ano, diversas organizações sociais da área da música clássica estão enfrentando cortes e diminuição de receitas. O Instituto Pensarte (Theatro São Pedro, Banda e Jazz Sinfônica), o Conservatório de Tatuí e a Escola de Música Emesp tiveram de demitir profissionais e professores; na Emesp, 200 vagas de ensino foram cortadas e a Camerata Aberta, grupo dedicado à música contemporânea, foi extinta.

A Fundação Osesp, que também é a realizadora do Festival de Inverno de Campos do Jordão, já havia comunicado na semana passada a decisão de que a parte pedagógica do festival será realizada em São Paulo. Foram mantidos, no entanto, o número de alunos e bolsas distribuídas pelo evento.

Leia abaixo os comunicados oficiais da Fundação Osesp e da Secretaria da Cultura:


Nota Fundação Osesp
A Fundação Osesp informa que tem feito grandes esforços para adequar seu orçamento à nova realidade econômica. Os recursos de patrocínios, bem como outras receitas operacionais, estão mais restritos, apresentando uma queda de cerca de 10% para este ano. O repasse governamental também foi reduzido. Em face desse quadro orçamentário, houve a necessidade de uma diminuição da ordem de 10% do seu quadro de pessoal (35 pessoas). Essa decisão não atinge músicos instrumentistas e coralistas.

A Temporada Osesp será mantida na sua íntegra e os projetos educacionais também serão preservados. Para o Festival de Inverno, os concertos acontecerão na cidade de Campos do Jordão, sendo que, nesta edição, apenas a parte pedagógica será realizada na cidade de São Paulo.

A Fundação continua empenhada em cumprir sua missão junto à sociedade e com essas medidas manterá os programas anunciados, com o menor impacto possível nesse momento de contenção.


Comunicado da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo
A temporada 2015 da Osesp está integralmente mantida, assim como as atividades educativas na Sala São Paulo. O repasse da Secretaria da Cultura do Estado para o Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão não sofreu cortes, permanecendo o mesmo valor disponibilizado no ano passado. Com objetivo de manter as atividades da orquestra e o atendimento à população no mesmo patamar de qualidade, a Fundação Osesp concentrou as adequações nas áreas administrativas e técnicas, não atingindo músicos e coralistas. Apesar da crise econômica nacional que provocou a redução do orçamento da Secretaria, programas e equipamentos culturais estão mantidos e se desenvolvem com o mínimo de alteração possível, considerando o contexto.


[Leia também]
Parte pedagógica do Festival de Campos do Jordão será em São Paulo
O triste fim da Camerata Aberta, de João Marcos Coelho

Clássicos Editorial Ltda. © 2015 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.