Gil Jardim comanda a Ocam, da USP, em dois concertos

por Redação CONCERTO 07/03/2014

A Ocam (Orquestra de Câmara da Escola de Comunicações e Artes da USP) realiza dois concertos em março, nos dias 9 e 10. Na regência, revezam-se os maestros Gil Jardim, diretor artístico da Ocam desde 2001, e Henrique Villas Boas. No dia 9, o grupo toca no Museu da Casa Brasileira. No dia seguinte, a orquestra se apresenta na Tenda Cultural Ortega y Gasset, na Cidade Universitária.

 

Uma das principais instituições artística da USP, a Ocam foi criada em 1995 pelo maestro e professor Olivier Toni, com a intenção de servir como arena de experiência musical para jovens instrumentistas.

Atualmente o grupo conta com 45 músicos, que são selecionados anualmente – a grande maioria deles vêm do Departamento de Música, da ECA, mas a orquestra é aberta a todos os jovens ligados à USP em outros cursos.

As apresentações de março, que marcam a abertura da temporada de 2014 da Ocam, têm o mesmo repertório, com o Lied et scherzo, de Florent Schmitt, a Suíte Holberg, de Edvard Grieg, a Sinfonia nº 8 de Beethoven, e Ponteio, de Claudio Santoro.

[Veja mais no Roteiro Musical]

Clássicos Editorial Ltda. © 2014 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.