John Malkovich apresenta peça musical com Wiener Akademie no Rio, Salvador e São Paulo

por Redação CONCERTO 01/11/2011

O que Beethoven, Haydn, Weber, Vivaldi e Mozart têm em comum com um serial killer? Este enigma é parte da trama do espetáculo A Comédia Infernal, no qual o ator John Malkovich leva o público a uma viagem através da vida e mente do famoso escritor, mulherengo e assassino Jack Unterweger.

 

A Comédia Infernal é originalmente uma peça teatral criada para uma orquestra barroca, dois sopranos e um ator. É baseada na história real de Jack Unterweger, um assassino condenado por várias mortes que, enquanto preso, escreveu sobre sua vida e foi aclamado por público e crítica. Em 1984 sua autobiografia se tornou um bestseller e a justiça, convencida de que ele era um homem recuperado e reformado, fez dele uma pessoa livre. Jack tornou-se uma espécie de celebridade no meio literário, participando de talk shows regularmente. Durante o período de liberdade, passou a ser suspeito do desaparecimento e estrangulamento de prostitutas, em Viena, Praga e Los Angeles. Após fugir do FBI, foi preso em 1992 e, dois anos depois, condenado por nove homicídios. Ele suicidou-se durante o cumprimento da pena.

A narrativa de A Comédia Infernal é contada em um monólogo de John Malkovich ricamente ilustrado pela música da Wiener Akademie e das sopranos Laura Aikin e Aleksandra Zamojska, regidos por Martin Haselbock.

As apresentações de A Comédia Infernal, promovidas no Brasil pela Dell'Arte, acontecem dia 2 de novembro no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, dia 3 no Teatro Castro Alves, em Salvador, e dias 4, 5 e 6 no Teatro Municipal de São Paulo.

[Assista a um trecho da peça]