José Luis Herencia é o novo diretor administrativo do Teatro Municipal de São Paulo

por Redação CONCERTO 17/01/2013

O blog do jornalista João Luiz Sampaio, do jornal O Estado de S. Paulo, informa que José Luis Herencia é o novo diretor administrativo da Fundação Theatro Municipal de São Paulo. Gestor cultural, pesquisador, compositor e poeta, Herencia é formado em filosofia na USP e, antes da carreira pública, dirigiu a área de música e produções audiovisuais do Instituto Moreira Salles (IMS), em São Paulo. Foi um dos responsáveis pelo projeto de digitalização de mais de 100 mil gravações do acervo do jornalista José Ramos Tinhorão; a preservação e divulgação dos acervos de Chiquinha Gonzaga, Ernesto Nazareth e Pixinguinha; e a organização do I Edital Petrobras de Festivais de Música, em parceria com a Petrobras e o MinC, que mapeou o circuito brasileiro de festivais. Entre 2008 e 2010, Herencia atuou no Ministério da Cultura, dirigido então por Juca Ferreira, que é o novo secretário de cultura de São Paulo. Nesta época, o Ministério apoiou e financiou a Companhia Brasileira de Ópera, projeto de John Neschling, que por
sua vez é o novo diretor artístico do Teatro Municipal de São Paulo. Nos últimos anos Herencia trabalhou na Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, onde foi coordenador de Fomento e Difusão.

 

Em declaração ao blog, Herencia diz que “nosso desafio principal é consolidar o processo de criação da Fundação Theatro Municipal de São Paulo, iniciado pela gestão de Carlos Augusto Calil, e torná-la uma instituição de excelência, com capacidade administrativa para realizar o projeto artístico que será apresentado em breve pelo Maestro John Neschling”.

[Clique aqui para ler a nota do blog de João Luiz Sampaio.]