Karabtchevsky é confirmado novo diretor artístico do Instituto Baccarelli

por Redação CONCERTO 13/12/2010

Os rumores dos últimos dias se confirmaram com o anúncio oficial do maestro Isaac Karabtchevsky na direção artística do Instituto Baccarelli, que reúne a Sinfônica Heliópolis e outros grupos musicais sediados na maior favela da capital paulista. O comunicado completa a sequência de acontecimentos que começou com a saída de Karabtchevsky da Sinfônica de Porto Alegre e teve continuidade com a demissão do maestro Roberto Tibiriçá, que nos últimos cinco anos dirigiu a Sinfônica Heliópolis com importantes resultados e crescimento.

A mudança faz parte de um processo de reposicionamento do Instituto, que pretende ‘profissionalizar’ a Sinfônica Heliópolis, aumentando a carga de ensaios e passando os rendimentos dos jovens músicos de R$ 450,00 para R$ 1.200,00, além de ampliar o quadro da orquestra de 75 para 90 músicos.

Segundo Edilson Ventureli, diretor executivo do Instituto, também será finalizada a segunda etapa da construção do prédio sede, com novas salas de estudo, grandes salas de ensaio, percussão e camarins. Paralelamente, o Instituto capta recursos para a construção de uma moderna sala de concertos, com projeto acústico assinado pela empresa responsável pela engenharia acústica da Sala São Paulo, Teatro Bradesco e Alfa.

Além de Issac, o Instituto Baccarelli recentemente contratou o coordenador de programação Angelo Mugia, que por muitos anos esteve no Mozarteum Brasileiro, demonstrando os primeiros sinais das mudanças. Para 2011 a Sinfônica Heliópolis já divulga uma temporada de seis concertos – pelo menos três deles na Sala São Paulo – além de uma série de apresentações nos CEUs, em um programa de formação de plateias.