Municipal do Rio abre temporada lírica com “Rigoletto”

por Redação CONCERTO 04/07/2012

A partir deste domingo, dia 8 de julho, o Municipal do Rio de Janeiro apresenta a ópera Rigoletto, de Giuseppe Verdi, com a Orquestra Sinfônica e Coro do Teatro Municipal do Rio, direção do italiano Pier Francesco Maestrini e regência do português Osvaldo Ferreira. No papel-título está o italiano Roberto Frontali, que se reveza ao longo da temporada com o barítono brasileiro Rodolfo Giugliani (Rigoletto). O elenco conta ainda com a soprano albanesa Artemisa Repa e Lys Nardoto (Gilda); os tenores Fernando Portari e César Gutiérrez (Duque de Mântua); o baixo Sávio Sperandio (Sparafucile); a mezzo-soprano Adriana Clis (Magdalena) e o barítono Manuel Alvarez (Monterone), entre outros.

 

A ópera, que tem árias célebres como La donna è mobile, narra o drama vivido pelo bobo da corte Rigoletto e sua filha Gilda e é inspirada na peça Le Roi S’amuse de Victor Hugo. O libreto de Francesco Maria Piave foi praticamente reescrito por exigência da censura e sofreu várias mudanças antes de estrear em março de 1851 no La Fenice de Veneza.

Filho do diretor de ópera italiano Carlo Maestrini e da pianista brasileira Cesarina Rizzo, Pier Francesco Maestrini nasceu em Florença, onde estudou humanidades na universidade local e ainda violão e composição. Sua primeira direção foi O Barbeiro de Sevilha para a Japan Opera Foundation, de Tóquio. Desde então fez mais de oitenta direções, colaborando com artistas de fama internacional, e que vão do barroco ao contemporâneo, para os mais importantes teatros italianos e mundiais. Dentre suas realizações está a concepção da montagem em 2010 de O Barbeiro de Sevilha para a Companhia Brasileira de Ópera, com uma surpreendente integração entre ópera e desenho animado.

As récitas de Rigoletto no Municipal do Rio acontecem também nos dias 10, 11, 12 e 15 de julho.

[Veja detalhes no Roteiro Musical]