O Crepúsculo dos Deuses estreia no Teatro Municipal de São Paulo

por Redação CONCERTO 10/08/2012

Última ópera da tetralogia O Anel do Nibelungo, do compositor alemão Richard Wagner, O Crepúsculo dos Deuses (Götterdämmerung) estreia neste domingo, dia 12 de agosto às 16h no Teatro Municipal de São Paulo. A montagem tem direção musical e regência de Luiz Fernando Malheiro e concepção e direção cênica de André Heller-Lopes, ambos responsáveis pela apresentação no ano passado de A Valquíria, outra ópera da tetralogia, no mesmo teatro.

Com cinco horas de música e cerca de 300 artistas envolvidos, O Crepúsculo dos Deuses conta com as participações da Orquestra Sinfônica Municipal, do Coral Lírico e dos solistas Eliane Coelho no papel de Brünnhilde, o tenor John Daszak como Siegfried - que acaba de se apresentar no Metropolitan em Nova York, além do Covent Garden e La Scala -, o baixo americano radicado em Paris Gregory Reinhart, elogiado como Hunding em A Valquíria, e os premiados brasileiros Denise de Freitas, que foi Fricka de A Valquiria, Leonardo Neiva e Homero Velho (barítonos), Claudia Riccittelli (soprano) e Pepes do Valle (baixo). Completam o elenco Janette Dornellas, Lídia Schaffer, Keila Moraes (Nornas), Flávia Fernandes, Maira Lautert, Laura Aimbiré (Filhas do Reno) e um elenco de 30 atores.

Baseada na mitologia nórdica, a obra tem origem em três lendas medievais Edda (poemas noruegueses antigos), Volsunga Saga (lenda islandesa do século XIII) e A Canção dos Nibelungos (conjunto de poemas medievais alemães). O drama de todo o ciclo incia-se com o roubo do ouro do Reno por um nibelungo (Alberich). Com esse ouro o anão forja um anel capaz de lhe atribuir poderes sobre todos os seres. A trama se desenvolve pela busca incessante do poder pelos deuses e pelos nibelungos, até a recuperação do ouro e do anel pelas filhas do Reno. 

Além dos dia 12, a ópera será apresentada dias 14, 17, 19, 23 e 25 de agosto.

Municipal terá menu especial de jantar

Assim como ocorreu no ano passado em A Valquíria, também de Wagner, o Teatro Municipal de São Paulo terá um menu de jantar especialmente criado para O Crepúsculo dos Deuses. Com mesas à luz de velas no Salão dos Arcos, serão servidos entrada e prato principal no primeiro intervalo e sobremesa no segundo. Os interessados devem fazer reserva.

[Veja detalhes no Roteiro Musical]