Orquestra Sinfônica Municipal toca Mahler em nova coreografia de Stefano Poda para o Balé da Cidade

por Redação CONCERTO 08/09/2016

Após a realização do Festival Beethoven, a Orquestra Sinfônica Municipal volta a se apresentar no dia 10, acompanhando o Balé da Cidade de São Paulo. Na ocasião, acontece a estreia de Titã, coreografia idealizada por Stefano Poda, que dirigiu a elogiada versão de Thaïs, de Massenet, no Municipal e este ano estará à frente de uma nova produção da Fosca, de Carlos Gomes. Titã é inspirada na Sinfonia nº 1, de Gustav Mahler, e será regida pelo maestro Eduardo Strausser.

 

Outros grupos do Municipal também sobem ao palco. No dia 11, a Orquestra Experimental de Repertório realiza concerto com o maestro Carlos Moreno, que rege a Alvorada, de Carlos Gomes, o Concerto para trompa, de Richard Strauss (com solos de Luiz Garcia, um dos mais importantes trompistas da atualidade, com passagens por grupos como a Filarmônica de Berlim) e a Sinfonia nº 2, de Brahms. Já o Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo toca, no dia 8, com o clarinetista Luis Afonso Montanha, que participa da execução do Quinteto, de Brahms, de Chuva e depois, de Luca Raele, e de Apenas um momento lírico, de Aylton Escobar.

[Veja mais no Roteiro Musical]