Osesp lança temporada 2015; renovação de assinaturas tem início no dia 20 de outubro

por Redação CONCERTO 10/10/2014

“Lugares da música” é o tema que guia a temporada da Osesp de 2015, apresentada ontem, dia 9 de outubro, em uma recepção na Sala São Paulo. “Os ‘Lugares da música’ podem ser muitos e carregar significados diversos: desde os espaços destinados à prática musical, como a própria Sala São Paulo, até as cidades, bairros e ruas que são tradicionalmente berços da música, como São Petersburgo, Lapa, ou Broadway. Podem ser ainda os lugares da música na atualidade, no contexto sócio-econômico; ou ainda os lugares da música na vida de cada pessoa”, esclarece o material de divulgação da temporada, que foi concebida pelo diretor artístico Arthur Nestrovski e pela diretora musical e regente titular do grupo, Marin Alsop.


E o poético mote abarcará desde os ciclos Quem tem medo de Schönberg – que terá a monumental cantata Gurre-Lieder do compositor vienense (esta ainda vazada em linguagem do alto Romantismo) –, Sinfonias de Sibelius, Mendelssohn em foco, Strauss essencial, Nielssen 150 anos e Scriabin 100 anos, até obras de John Adams (compositor residente), a integral sinfônica de Brahms dirigida por Marin Alsop, e peças do japonês Toru Takemitsu (compositor transversal).


Conforme o material informativo, a programação busca “equilibrar tanto as peças canônicas do repertório sinfônico quanto obras menos conhecidas de grandes compositores, além de obras importantes de compositores menos conhecidos e peças inéditas, especialmente encomendadas”.



A Temporada 2015 terá 36 programas, com três concertos por semana e mais de setenta regentes e solistas convidados. O pianista Arnaldo Cohen será o artista em residência, e participará de duas semanas de concertos, além de apresentações pré-temporada e do projeto Osesp Itinerante.


Encomendas
A Osesp também segue com seu projeto de encomendas, que na nova temporada contemplará seis compositores brasileiros: Aylton Escobar, que escreverá uma obra para coro e orquestra (e inaugurará uma parceria da Osesp com a Fundação Gulbenkian de Lisboa, que prevê encomendas alternadas para compositores brasileiros e portugueses com apresentações nos dois países), Aurélio Edler-Copes (obra para coro a cappella), Paulo Costa Lima (abertura para orquestra), Clóvis Pereira (quinteto de sopros), Antonio Ribeiro (obra para quarteto de cordas) e André Mehmari (com uma versão ampliada para coro infantil e orquestra de Festa dos bichos). A Osesp também segue com as coencomendas internacionais, que contemplarão o compositor francês Marc-André Dalbavie (obra Stimme, para barítono e orquestra) e um arranjo do norte-americano Gunther Schuller para a ópera Treemonisha de Scott Joplin.


Artistas
Entre os artistas que se apresentarão na Sala São Paulo estão os maestros Isaac Karabtchevsky, Osmo Vänskä, Stéphane Denève, Louis Langrée e Kristjan Järvi, os instrumentistas Antonio Meneses (violoncelo), Patricia Kopatchinskaja (violino), Nelson Goerner (piano), Bertrand Chamayou (piano), Hakan Hardenberger (trompete) e Antoine Tamestit (viola), e os cantores Matthias Goerne (barítono), Miah Persson (soprano) e Measha Brueggergosman (soprano).


[Confira aqui a temporada 2015 completa da Osesp]


Assinaturas
O período de assinaturas é dividido em três fases: a renovação para quem já é assinante, que vai do dia 20 de outubro a 10 de novembro; a troca de assentos para assinantes, do dia 11 a 25 de novembro; e as novas assinaturas, que poderão ser feitas entre 26 de novembro e 21 de dezembro em valor promocional, ou de 21 de dezembro a 4 de janeiro de 2015 – neste último período, somente pela internet.


As assinaturas podem ser feitas por meio de dois canais: pela central de atendimento, no telefone (11) 4003-2052, ou pela internet, no site da Osesp.


Clássicos Editorial Ltda. © 2014 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.