Osesp toca “Romeu e Julieta” de Berlioz

por Redação CONCERTO 17/08/2011

O regente francês Stéphane Denève e a mezzo soprano norte-americana Kristine Jepson, que se apresentaram com grande sucesso na semana passada, voltam para mais três concertos com a Osesp, dias 18, 19 e 20 de agosto, com a participação do Coro da Osesp, do Coral Jovem do Estado e dos solistas Rúben Araújo e Mikhail Petrenko.

 

No repertório, a sinfonia dramática Romeu e Julieta de Berlioz, obra iniciada em 1828 após o compositor assistir à célebre tragédia de Shakespeare no Théâtre de l’Odéon, em Paris, com a atriz irlandesa Harriet Smithson, sua futura esposa, no papel de Julieta. Berlioz concluiu a peça somente em 1839.

No dia 18 às 10h acontece ainda a apresentação de trechos desse repertório no Ensaio Aberto da Osesp, com preçoz populares e ingressos limitados.

Nascido na França, Stéphane Denève estudou no Conservatório Superior de Paris e trabalhou como regente assistente de Sir Georg Solti e Seiji Osawa. É diretor musical da Orquestra Nacional Real Escocesa desde 2005, com a qual gravou para os selos Naxos e Chandos. Como maestro convidado, Denève apresentou-se com muitas das principais orquestras do mundo, incluindo a Filarmônica de Los Angeles, a Orquestra Tonhalle de Zurique e as sinfônicas da Rádio Bávara, de Londres e de Boston. Denève é regente titular designado da Orquestra Sinfônica da Rádio de Stuttgart, cargo que assumirá em setembro de 2011.

A norte-americana Kristine Jepson estudou na Universidade de Indiana. Já se apresentou nos principais teatros da Europa e dos Estados Unidos, incluindo a Metropolitan Opera House, o Teatro alla Scala, a Ópera Nacional de Paris e a Royal Opera House, entre outros. Jepson recebeu elogios especiais por papéis como Sesto, em La Clemenza di Tito, de Mozart, e o Compositor, em Ariadne auf Naxos, de Strauss. Desde 2000, sua interpretação de Otaviano em Der Rosenkavalier, papel fundamental do repertório de mezzo-soprano, tem sido aclamada pela crítica internacional − incluindo a brasileira, quando cantou o papel com a Osesp, em 2009.