Petrobrás Sinfônica se apresenta no Rio com maestro polonês Antoni Wit e solos de Arnaldo Cohen

por Redação CONCERTO 06/08/2010

A Orquestra Petrobras Sinfônica faz, no dia 8, a primeira audição brasileira de Orawa, do compositor polonês Wojciech Kilar, com regência de um dos mais importantes compositores poloneses da atualidade, Antoni Wit. Nascido em Varsóvia, Wit é diretor musical da Filarmônica daquela cidade e professor da Academia de Música Fryderyk Chopin. Estudou composição com Penderecki e Nadia Boulanger e regeu orquestras como a Filarmônica de Berlim, Staatskapelle Dresden, Orquestra da Academia de Santa Cecília em Roma, Tonhalle de Zurique, BBC de Londres, dentre tantas outras.

No mesmo programa, Antoni Wit rege ainda o Concerto para piano de Schumann, tendo como solista o exímio pianista brasileiro Arnaldo Cohen. Encerra o concerto a Sinfonia nº 6 de Shostakovich.