Pianistas portugueses tocam na Sala São Paulo

por Redação CONCERTO 03/11/2011

Três dos mais conceituados pianistas portugueses da atualidade – Bernardo Sassetti, Mário Laginha e Pedro Burmester – se apresentam juntos esta semana na Sala São Paulo, enquanto a Osesp está em turnê. O espetáculo “3 Pianos”, grande sucesso em 2007 no Centro Cultural Belém, em Lisboa, terá apresentações nos dias 3, 4 e 5 de novembro.

Com um repertório eclético, que mistura o erudito, o jazz e a música popular, incluindo composições próprias e música brasileira, o concerto traz performances solo, em duo e trio. Dentre as peças interpretadas estão Perpetuum mobile de Bartók; Souvenirs: Pas de Deux de Barber; Ária e 13ª Variação das Variações Goldberg de Bach; Prelúdio, Coral, Ária e Dança das Bachianas Brasileiras nº 4 de Villa-Lobos, o Bolero de Ravel, além de peças de Mário Laginha e Bernardo Sassetti.

Bernardo Sassetti estudou piano clássico, mas logo se interessou pelo jazz. Fez parte de diversos grupos e colaborou com artistas como Guy Barker, Curtis Fuller, Benny Golson e Paquito D'Rivera, entre outros. Participou na trilha sonora do filme O Talentoso Mr. Ripley, de Anthony Minghella, e compôs para o filme português Alice, de Marco Martins.

Mário Laginha cursou piano no Conservatório Nacional, em Portugal. Unindo influências clássicas e do jazz, o músico e compositor tornou-se conhecido do grande público ao formar um duo com a cantora de jazz portuguesa Maria João, lançando diversos trabalhos, como Tralha (2004) e Follow the Songlines (2008).

Pedro Burmester estudou piano no Conservatório do Porto. Firmou-se no panorama clássico em Portugal, além de apresentar-se em concertos pelo mundo todo, nos mais importantes festivais nacionais e internacionais. Gravou com a Orquestra Metropolitana de Lisboa e lançou álbuns com obras de Bach, Schumann, Schubert e Chopin.