Rádio Cultura estreia 5ª etapa do Ideias Musicais

por Redação CONCERTO 04/06/2012

Com transmissão de segunda a sexta às 11h, pelos 103,3Mhz da Cultura FM de São Paulo, o programa Ideias Musicais entra em sua quinta etapa, com reflexões diárias sobre o mundo da música clássica realizadas por especialistas e estudiosos do meio.

 

No novo grupo de especialistas estão o pianista e compositor André Mehmari, o professor e diretor do Conservatório de Tatuí Henrique Autran Dourado, a cantora Anna Maria Kieffer, o violonista Sidney Molina e o pesquisador Carlos Siffert.

Ponte-Ponteio, por André Mehmari
André Mehmari define que sua série é dedicada a uma música de difícil classificação. Diz ele: “música que vem de toda a parte, tem rigor, a técnica do clássico, mas também a espontaneidade do improviso, do acaso do imprevisto.” Ponte-Ponteio traz músicas de lugares e épocas diferentes, por músicos inquietos e audazes que gostam deste trânsito criativo. No primeiro programa, André Mehmari selecionou entre outros, Egberto Gismonti, o pianista português Mário Laginha, Keith Jarrett, o argentino Diego Schissi e o jazzista italiano Fransceso Turrisi.

O arco dos instrumentos de cordas, por Henrique Autran Dourado
Grandes músicos dizem que “preferem um ótimo arco e um instrumento medíocre a um arco medíocre e um ótimo instrumento.” Henrique Autran Dourado idealizou essa série com o propósito de mostrar a importância do arco, já que ele é considerado a extensão natural do braço, a ele devendo grande parte da execução dos instrumentos de cordas. A série destaca a origem, as escolas e seus grandes intérpretes.

Salões musicais históricos, por Anna Maria Kieffer
Grande parte da música de câmara antes de se tornar o que chamamos hoje música de concerto, foi praticada nos salões musicais e literários mantidos, não somente pela nobreza, mas também por certa burguesia culta, freqüentados por músicos, escritores, filósofos e artistas em geral. Anna Maria Kieffer promove uma viagem musical por meio dos salões que se multiplicaram na Europa e no Brasil nos séculos XVIII, XIX e XX.

Violão: o som antes da escrita, por Sidney Molina
A série procura explicar que o repertório violonístico é verdadeiramente estruturado no século XX, em especial graças à atuação de seus intérpretes. Para Sidney Molina, “essa peculiaridade leva o violão a uma verdadeira inversão entre história e estética, composição e interpretação, como se – em muitos casos – o som dos intérpretes precedesse à partitura escrita e fosse a causa dos sentidos musicais.”
Nessa trajetória, Sidney Molina aborda também os compositores que transcendem essas questões, entre eles Sor, Villa-Lobos e Leo Brouwer, bem como o papel que o Brasil gradativamente passa a ocupar no cenário internacional do instrumento a partir das últimas décadas do século XX.

Clássicos dos clássicos, por Calos Siffert
A série de Carlos Siffert pretende levar aos ouvintes uma antologia de grandes interpretações da música de concerto, de diversos períodos da história, sem se limitar a gêneros e formações.

[Ouça a Cultura FM de São Paulo]