Roberto Tibiriçá demitido do Instituto Baccarelli

por Redação CONCERTO 07/12/2010

O maestro Roberto Tibiriçá já não é mais diretor artístico e regente titular da Sinfônica de Heliópolis, orquestra do Instituto Baccarelli. O rumor que circulava na cidade desde a semana passada foi confirmado ontem pelo diretor de assuntos institucionais do Instituto Baccarelli, Edmilson Venturelli. “É normal. É um ciclo que se encerra e um novo que se abre. Será uma nova fase e um novo desafio de nosso trabalho”, comentou Venturelli. O Instituto também negou qualquer incidente com o maestro Tibiriçá, que dirigiu a Sinfônica Heliópolis na recente turnê europeia, com muito sucesso. Conforme Venturelli, “gostamos muito dele (maestro Tibiriçá), ele realizou um grande trabalho. Mas é normal que um dia as coisas terminem”.

Circula no meio musical também o rumor de que o novo diretor seja o maestro Isaac Karabtchevsky, o que Edmilson Venturelli não confirma. Questionado se um maestro com o perfil de Karabtchevsky – que é um dois maiores nomes da regência brasileira, com trânsito internacional e predileção pelas grandes obras do repertório sinfônico – teria o engajamento necessário para se debruçar sobre um projeto que tem como missão principal a formação e inclusão social, Venturelli afirmou: “Independentemente de quem for o novo diretor, ele vai ter de se submeter ao trabalho. Seremos diligentes com isso. Agora, é bom lembrar que o trabalho do Instituto Baccarelli não é só a orquestra. Tem toda uma estrutura por trás, com muitos professores preparando os meninos”.

O maestro Roberto Tibiriçá ainda dirigirá a Sinfônica Heliópolis em concerto fechado desta noite na Sala São Paulo. O próximo compromisso do conjunto, o Concerto de Natal na Fundação Maria Luisa e Oscar Americano no próximo sábado dia 11, já estava programado para ser dirigido pelo regente adjunto Edilson Ventureli.