Silvio Viegas é o novo titular da Sinfônica de Minas Gerais; maestro deixará posto no Municipal do Rio

por Redação CONCERTO 11/08/2015

A Fundação Clóvis Salgado (FCS) anunciou o maestro Silvio Viegas como novo regente titular da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais. O maestro assume o cargo em janeiro do próximo ano, quando deixará a regência titular da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Segundo Cláudia Malta, diretora de Produção Artística da FCS, Silvio Viegas traz para o Palácio das Artes, além de sua formação acadêmica exemplar, do trabalho desenvolvido no Theatro Municipal do Rio de Janeiro e da experiência de professor titular de regência da UFMG, a vivência na própria Fundação Clóvis Salgado, onde foi regente do Coral Lírico de Minas Gerais e, por diversas vezes, da própria sinfônica, como convidado. “Silvio Viegas é mineiro e atende às nossas expectativas de crescimento e evolução artística da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais. E, como sempre fizemos, manteremos a tradição de trabalhar também com regentes convidados”.

Conforme o anúncio oficial, para Viegas, voltar a trabalhar na Fundação Clóvis Salgado é um retorno à casa. “Aqui comecei minha carreira e devo muito a todos os grandes artistas e administradores com quem tive o privilégio de conviver. Eles foram grandes mestres na minha formação como artista e ser humano. Voltar a essa casa, como maestro titular da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, é motivo de grande alegria e responsabilidade.”

Natural de Belo Horizonte, Silvio Viegas estudou regência na Itália e é mestre em regência pela Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais. Foi diretor artístico da Fundação Clóvis Salgado entre 2003 e 2005, e da Fundação Theatro Municipal do Rio de Janeiro entre 2011 e 2014. Atualmente, é maestro titular da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e professor da cadeira de regência na Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais.

Até o fim do ano, Silvio Viegas ainda cumprirá sua agenda no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, como a regência e direção musical da ópera Don Pasquale, em setembro. Não há ainda informações sobre quem assumirá a regência da orquestra do TMRJ a partir de 2016.

Clássicos Editorial Ltda. © 2015 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.