Sinfônica Alemã de Berlim e Vladimir Ashkenazy dão início à temporada 2012 do Mozarteum Brasileiro

por Redação CONCERTO 11/05/2012

Uma das entidades promotoras mais importantes do país, o Mozarteum Brasileiro inicia em maio sua temporada de concertos 2012. Serão quatro apresentações da Orquestra Sinfônica Alemã de Berlim, entre os dias 12 e 15, sendo duas delas gratuitas. Em sua turnê pelo Brasil a Sinfônica Alemã de Berlim será conduzida pelo maestro Vladimir Ashkenazy. Figura de proa da cena clássica internacional, Ashkenazy graduou-se em piano pelo reputado Conservatório de Moscou. Entretanto, a partir da década de 1980 começou a atuar como regente, e desde então detém destacada carreira tanto como pianista como enquanto maestro.

No dia 12, primeira das quatro datas, a apresentação da orquestra é voltada ao público infantil, quando ocorre a Matinê Clássica para Crianças, no Auditório Ibirapuera. Com entrada gratuita, o programa de cunho didático enfatizará a suíte de O Quebra-nozes, de Tchaikovsky. No dia seguinte, também no Ibirapuera, a Sinfônica Alemã de Berlim faz um concerto ao ar livre. O repertório traz, além da obra de Tchaikovsky, a abertura de Príncipe Igor, de Alexander Borodin, o poema sinfônico Don Juan, de Richard Strauss, a Marcha de Rakoczi da ópera A Danação de Fausto, de Hector Berlioz, e o poema sinfônico Finlândia, de Sibelius.

A Orquestra Jovem do Estado foi convidada para participar da apresentação do domingo, dentro do Projeto Mozarteum, que tem o objetivo de fomentar e difundir a música erudita no Brasil, apoiando estudantes e jovens músicos brasileiros. Ainda no programa, a Orquestra Jovem do Estado deverá se apresentar na Alemanha ainda neste ano. Uma curiosidade da participação da Orquestra Jovem do Estado é o fato de, em função da falta de tempo para ensaios conjuntos, os músicos alemães terem realizado os ensaios com os brasileiros por meio do programa Skype, de transmissão ao vivo de som e imagem.

Os outros dois concertos da orquestra na cidade acontecem no Teatro Municipal de São Paulo, com programas distintos. No dia 14 serão executadas a Sinfonia nº 6, Pastoral, de Beethoven, uma das maiores peças de música programática da história, e a Sinfonia nº 10 de Shostakovich. No dia 15 serão apresentados Don Juan, de Strauss, e a Sinfonia nº 5 de Mahler.

[Veja detalhes no Roteiro Musical]