Sinfônica Brasileira recebe violinista Maxim Vengerov no Theatro Municipal do Rio

por Redação CONCERTO 01/09/2014

Hoje, dia 1º de setembro, a Orquestra Sinfônica Brasileira faz um concerto beneficente no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Promovida pela Associação Cultural Beit Lubavitch, a apresentação traz como convidados dois grandes solistas da atualidade: o pianista armênio Vag Papian, e o violinista russo Maxim Vengerov.

 

Nascido em Erevan, capital da Armênia (então parte da União Soviética), Papian é formado pelos conservatórios de Moscou e São Petersburgo e ganhou prestígio após conquistar o segundo lugar na Competição Internacional Vianna da Motta de 1979, realizada em Lisboa.

Também nascido na União Soviética é o russo Maxim Vengerov, que, aos 40 anos, já é celebrado como um dos maiores nomes do instrumento em atividade. Prodígio quando criança, o violinista é professor da Academia Real de Londres desde 1987. A capital inglesa, aliás, é sede de boa parte de seu sucesso como instrumentista: além de se apresentar regularmente com orquestras locais, foi lá que ele ganhou, em 1990, a Competição Internacional Carl Flesch.

Na primeira parte do concerto, Vengerov e Papian sobem ao palco sem a orquestra, e tocam as sonatas para violino de César Franck e Sergei Prokofiev (nº 1). Depois do intervalo, agora com a OSB e seu maestro Roberto Minczuk, duas peças de Tchaikovsky: a Polonaise da ópera Eugene Onegin, e o famoso Concerto para violino; este último com solos de Vengerov.

[Veja mais no Roteiro Musical]

Clássicos Editorial Ltda. © 2014 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.