Sinfônica de Porto Alegre comemora 60 anos com ópera e "Nona" de Beethoven

por Redação CONCERTO 19/11/2010

A Orquestra Sinfônica de Porto Alegre comemora oficialmente os 60 anos de sua fundação e faz três apresentações nos próximos dias com repertórios bem variados. No domingo, dia 21 às 14h a Ospa, sob regência de Manfredo Schmiedt, toca a Abertura da ópera O barbeiro de Sevilha de Rossini, a Abertura da ópera Norma de Bellini, o Intermezzo do 3º ato de Manon Lescault de Puccini, o Prelúdio do I ato de La Traviata de Verdi e a Abertura de Don Pasquale de Donizetti.

 

No mesmo dia, às 20h30 a orquestra retorna ao repertório italiano com Isaac Karabtchevsky para interpretar a Abertura de A força do destino, trechos da ópera Nabucco, Abertura de I Vespri Siciliani e a Marcha Triunfal da ópera Aida, de Verdi, além da Abertura de Guilherme Tell de Rossini e trechos da ópera Madama Butterfly de Puccini.

 

 

No dia 23, terça-feira, o maestro titular Isaac Karabtchevsky assume a Ospa para o concerto oficial dos 60 anos da Ospa. Ele rege uma das mais populares obras do repertório, a Sinfonia  nº 9, "Coral", de Ludwig van Beethoven. Os solistas serão a soprano Manuela Freua, a contralto Edneida D’Oliveira, o tenor Marcelo Vanucci e o baixo David Marcondes.