Sinfônica de Sergipe faz "La Bohème"

por Redação CONCERTO 08/07/2011

Criada em 1980, a Orquestra Sinfônica de Sergipe (Orsse) é um dos mais importantes grupos orquestrais da região Nordeste. Sob o comando de Guilherme Mannis, regente titular e diretor artístico, o grupo atua em projetos como as temporadas anuais de concertos, formação de plateias, concertos nos interiores, turnê Brasil, gravações de música brasileira, entre outros.

No dia 8 de julho, a Orsse tem na programação a ópera em quatro atos, em forma de concerto, La Bohème, de Puccini. Curiosamente diferente das óperas criadas na época, sua estreia aconteceu em 1896, não estava centrada na história de deuses, reis, nobres ou guerreiros, mas tinha como personagens intelectuais proletários.

Participam do espetáculo, que acontece no Teatro Tobias Barreto (Aracaju), os músicos Daniela Carvalho (soprano), Carla Cottini (soprano), Marcelo Vanucci (tenor), Sebastião Teixeira (barítono), David Marcondes (barítono), Cláudio Alexandre (baixo) e Saulo Javan (baixo).