Theatro Municipal de SP cancela montagem de "O ouro do Reno"; ópera será feita em forma de concerto

por Redação CONCERTO 19/09/2013

A Fundação do Theatro Municipal de São Paulo anunciou em seu site, que a ópera O ouro do Reno, de Wagner, será feita em forma de concerto. Apesar da intenção de manter os solistas e a direção musical de Luiz Fernando Malheiro, as apresentações não terão figurinos nem cenários. As datas das récitas permanecem inalteradas: dias 9, 12, 14 e 16 de novembro.

 

A encenação da ópera faz parte do ciclo O anel do nibelungo, que, com direção cênica de André Heller-Lopes e direção musical de Luiz Fernando Malheiro, vinha sendo montado em São Paulo: A valquíria foi feita em 2011 e O crepúsculo dos deuses no ano passado. O maestro John Neschling, diretor artístico do Theatro Municipal, já tinha anunciado que não faria, em 2014, a encenação do último título da tetralogia, Siegfried.

A direção do Theatro Municipal não deu detalhes sobre a decisão. Leia abaixo a nota na íntegra divulgada pela assessoria do teatro:

Ouro do Reno em forma de concerto

A Fundação Theatro Municipal de São Paulo decidiu transformar a montagem da ópera O Ouro do Reno, de Richard Wagner, em apresentações sob a forma de concerto.

As datas dos concertos serão as mesmas programadas para as récitas da referida obra.

O objetivo da Fundação Theatro Municipal de São Paulo é manter o elenco anunciado em sua integralidade, assim como a direção musical do Maestro Luiz Fernando Malheiro.

O público que adquiriu seu ingresso terá a opção de ressarcimento na bilheteria do Theatro Municipal.

Fundação Theatro Municipal de São Paulo

Clássicos Editorial Ltda. © 2013 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.