Victor Hugo Toro assume a Sinfônica de Campinas

por Redação CONCERTO 21/09/2011

O maestro chileno Victor Hugo Toro, que foi assistente de John Neschling na Osesp, acaba de assumir o posto de regente titular da Orquestra Sinfônica de Campinas, no interior paulista. O anúncio, realizado na tarde desta terça-feira, teve também a divulgação da nova diretora administrativa do grupo, a advogada, empresária e produtora cultural Adriana Camargo Canguçú .

 

Victor Hugo Toro chegou ao Brasil para participar do II Concurso Internacional de Regência Orquestral da Osesp, conquistando o primeiro lugar e ocupando o posto de regente assistente e diretor artístico assistente da Osesp, ao lado de John Neschling. Ele também participou da temporada inaugural da Cia Brasileira de Ópera e manteve atividade no Brasil no comando de orquestras como a Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo, Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas e a Sinfônica da Bahia, além de outros grupos latino-americanos como a Sinfônica de Sodre (Uruguai), da Universidade Nacional de Cuyo (Argentina), de Rosário (Argentina) e da Filarmônica da Universidade Nacional Autônoma do México (OFUNAM).
 
Além do trabalho com orquestras jovens de seu país, Victor Hugo é também compositor e suas obras têm sido interpretadas por diversos grupos sinfônicos e de câmara. Em 2008 foi escolhido um dos 100 líderes jovens do Chile pelo jornal “El Mercurio” e em 2009 recebeu uma homenagem da Câmara Municipal de São Paulo pelo trabalho em prol da música, a sociedade paulistana e o acercamento cultural entre Chile e Brasil. Entre 2009 e 2010 foi regente principal da Orquestra Sinfônica do Sodre, no Uruguai, e regente residente da Companhia Brasileira de Opera, com quem realizou tournée de 89 espetáculos por 15 cidades brasileiras.

Victor Hugo nasceu em Santiago, graduou-se pela Faculdade de Artes da Universidade do Chile e realizou estudos de regência orquestral com David del Pino Klinge, além de ter se aperfeiçoado com os maestros Jean Fournet, John Neschling e Kurt Masur.