Morre barítono Leonardo Páscoa

por Redação CONCERTO 08/05/2017

O barítono Leonardo Páscoa, protagonista de diversas produções líricas e membro do Coro do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, morreu ontem, domingo, dia 7 de maio, vítima de um infarto. O artista deixa a mulher, Rose Provenzado Páscoa, também membro do coro do teatro, e um filho.

Leonardo Páscoa cresceu em uma família musical, sua mãe foi pianista e o pai cantor, o baixo Manuel Páscoa. Formou-se em canto pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e trabalhava no Theatro Municipal carioca havia mais de 20 anos. Sua última atuação como solista deu-se na ópera Lo schiavo, de Carlos Gomes, realizada no ano passado, onde fez o papel do feitor Gianfera.

A morte de Leonardo Páscoa, sempre um grande batalhador pelos ideais da ópera em nosso país, comoveu a comunidade lírica, que expressou-se sentida nas redes sociais.

O ex-presidente da Fundação Theatro Municipal do Rio de Janeiro, João Guilherme Ripper, escreveu: “O barítono Leonardo Páscoa nos deixou inesperadamente na manhã de hoje. Era dono de uma voz tão grande quanto sua simpatia e convivialidade. Tive oportunidade de trabalhar com ele na Sala Cecília Meireles e no Theatro Municipal, onde Leo fazia parte do Coro. Lembro agora com especial apreço de sua ótima atuação como Gianfera em ‘Lo Schiavo’ de Carlos Gomes que realizamos no ano passado. Descanse em paz!”

Já o diretor artístico do TMRJ, André Heller-Lopes escreveu: “A vida prega peças na gente, bem tristes e chocantes – e às vezes logo no momento em que nos reencontrarmos e juntos lutamos pela mesma causa. ‘Dans la cité celeste nous nous retrouverons’, Leonardo Páscoa. Por agora, nossa luta será poder dedicar um ‘Ballo’ a você!”