Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro abre o Festival Música em Trancoso

por Redação CONCERTO 16/03/2017

A Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro faz sua estreia no dia 18 de abril, sexta-feira, abrindo a programação do 6º Festival Música em Trancoso, sob regência de Carlos Moreno. O grupo foi criado este ano com o objetivo de “abrir novos caminhos para estudantes de música ou recém-formados em universidades, que não têm espaço para atuar profissionalmente e assim evoluir em sua área”, segundo Sabine Lovatelli, presidente do Mozarteum Brasileiro.

“Incentivar a carreira de jovens músicos e revelar talentos é um dos principais objetivos do Mozarteum Brasileiro, e a criação da orquestra dará oportunidade a esses jovens, que terão a chance de vivenciar o cotidiano de um grupo sinfônico e desenvolver suas aptidões ao lado de grandes profissionais. E o que caracteriza uma orquestra acadêmica é justamente a vivência regular e profissional entre professores e alunos, possibilitando constante aprendizado”, completa Sabine. Em maio, o grupo faz sua primeira apresentação na Sala São Paulo, em concertos que terão a participação da soprano Diana Damrau.

O Festival Música em Trancoso, realizado no Teatro L’Occitane, terá oito noites temáticas, dedicadas ao jazz, à música popular brasileira e à música clássica. O concerto de abertura é dedicado à música russa, com participação da mezzo-soprano Svetlana Shilova, do barítono Alexander Kasyanov e do Coro Yurlov da Rússia.

No dia 19, Benoît Fromanger assume a orquestra, com um time de solistas de peso, que inclui o pianista Pablo Rossi, o violoncelista Leonard Elschenbroich e o oboísta Andreas Wittmann. O Gershwin Piano Quartet, que assume diferentes formações e tem a trajetória marcada pela diversidade do repertório, é atração do dia 20; e, no dia 21, sobe ao palco o Oscar Peterson Quartet.

Outros destaques da agenda incluem o programa de música de câmara, no dia 23, com Lorenz Nasturica (violino), Mathias Dufour (flauta) e alunos selecionados nas masterclasses do evento; uma noite dedicada à música de cinema, no dia 24, com a Orquestra Acadêmica do Teatro Colón; e a noite italiana que encerra o evento, no dia 25, mais uma vez com os músicos argentinos comandados por Wolfgang Roese e solistas que participaram da programação.

[Veja mais no Roteiro Musical]