Orquestra Jovem do Estado toca obras de Alfred Schnittke, Olivier Toni e Brahms

por Redação CONCERTO 17/03/2017

Uma das vertentes da ação da Escola de Música do Estado de São Paulo tem sido a parceria com instituições de ensino do exterior. Uma delas é a Juilliard School of Music, de Nova York. E é de lá que vem a violista Hsin-Yun Huang, uma das solistas da primeira apresentação que a Orquestra Jovem do Estado de São Paulo faz no ano, neste domingo, na Sala São Paulo.

Ela vai interpretar o Concerto para viola de Arthur Schnittke, escrito em 1985 e desde então referência no repertório do instrumento. A regência é de Claudio Cruz que, para abrir o concerto, interpreta O navio negreiro, de Olivier Toni, com solos da soprano Caroline de Comi, e, para encerrar a apresentação, oferece uma leitura da Sinfonia nº 4 de Johannes Brahms.

[Veja mais no Roteiro Musical]