Orquestra Sinfônica Municipal interpreta sinfonia de Bruckner

por Redação CONCERTO 03/05/2017

É o regente titular Roberto Minczuk quem comanda a Orquestra Sinfônica Municipal em seus compromissos de maio. A começar pelos concertos de sexta e sábado, nos dias 5 e 6, com um programa composto por Cantus em memória de Benjamin Britten, de Arvo Pärt; o Concerto para clarinete, de Mozart (com solos de Tiago Naguel); e a Sinfonia nº 7, de Bruckner, um dos maiores sucessos que o compositor conheceu em vida. Sem a peça de Pärt, o programa será repetido no domingo, dia 7, na série de Concertos Informais.

Roberto Minczuk [Revista CONCERTO / Carlos Goldgrub]
Roberto Minczuk [Revista CONCERTO / Carlos Goldgrub]

Já nos dias 12 e 13, a orquestra faz a estreia brasileira da versão completa de Peer Gynt, de Grieg. A obra foi escrita a pedido do dramaturgo Henrik Ibsen e serviu de música incidental para a peça de mesmo nome, que narra o caminho do personagem-título desde as montanhas da Noruega até o deserto do norte da África – o texto, de inspiração romântica, já anuncia em algumas passagens o teatro moderno. Depois da estreia, Grieg retrabalhou a música e criou suítes a partir do original, que se tornaram bastante conhecidas.

[Veja mais no Roteiro Musical]