Pianista Benjamin Grosvenor toca sonatas e música espanhola

por Redação CONCERTO 19/05/2017

O pianista britânico Benjamin Grosvenor coleciona recordes. Aos 11 anos, foi o mais jovem finalista do prêmio de músico do ano da BBC. Aos 18, tornou-se o solista mais jovem a participar da noite do encerramento do Festival Proms – e a assinar um contrato de exclusividade com o selo Decca. Os motivos: uma técnica impecável e um senso de musicalidade que tem se tornado cada vez mais refinado com o passar do tempo, ou, nas palavras do crítico do jornal The Guardian, “a união de brilhantismo e carisma”.

Hoje com 24 anos, Grosvenor é a atração deste mês da série internacional da Cultura Artística, com recitais nos dias 23 e 24 na Sala São Paulo. O programa começa com a Arabesque em dó maior, de Schumann; em seguida, três olhares diferentes para a forma da sonata, com a nº 13 de Mozart, a nº 2 de Beethoven (ao Luar) e a nº 2 de Scriabin (Sonata Fantasia). E, para terminar, uma evocação da cultura espanhola com uma seleção das Goyescas, de Granados, e a Rapsódia espanhola, de Liszt.

Os recitais são antecedidos por uma palestra do jornalista e crítico musical Irineu Franco Perpetuo, que comenta sobre os compositores, obras e o intérprete.

[Veja mais no Roteiro Musical]