Trio Wanderer abre temporada da Cultura Artística

por Redação CONCERTO 24/03/2017

O Trio Wanderer abre, nos dias 28 e 29, na Sala São Paulo, a temporada da Cultura Artística – e os recitais têm tudo para ser destaque da programação de câmara do ano. O grupo surgiu nos anos 1980 e a vitória, em 1988, no Concurso de Munique abriu as portas para uma trajetória excepcional.

 

O trio já registrou integrais premiadas de Beethoven, Mendelssohn, Schubert, Brahms – e, com o tempo, foi ampliando o seu repertório, fazendo da música romântica apenas um dos pilares de sua agenda, que os tem levado aos maiores palcos do mundo. Não por acaso, entre os marcos de sua discografia estão trabalhos dedicados também a Olivier Messiaen e Bruno Mantovani.

Prova dessa variedade são os dois programas que serão apresentados em São Paulo. No primeiro deles, o Trio op. 97 – Arquiduque, de Beethoven; o Noturno, de Schubert; e o Trio em lá menor de Tchaikovsky. Já no segundo, Beethoven, com o seu Trio fantasma, dialoga com Fauré (Trio op. 120), Coplando (Vitebsk) e Ravel (Trio para piano).

[Veja mais no Roteiro Musical]