Theatro São Pedro apresenta ópera “Domitila”, de João Guilherme Ripper

por Redação CONCERTO 08/02/2017

No sábado dia 11 de fevereiro (com reapresentação no dia 12), o Theatro São Pedro, em São Paulo, apresenta a ópera de câmara Domitila, do compositor carioca João Guilherme Ripper. Trata-se de uma ópera de câmara para soprano, piano, violoncelo e clarinete, que conta o último dia da Marquesa de Santos na corte. A marquesa, cujo nome era Domitila de Castro Canto e Melo, canta suas próprias belas e tristes memórias dos momentos que passou ao lado do primeiro imperador do Brasil, Dom Pedro I, de quem foi amante durante sete anos.

A soprano Maria Sole Gallevi fará Domitila e será acompanhada pelos músicos Alexsander Ribeiro de Lara no piano; Daniel Oliveira no clarinete; Boaz de Oliveira no violoncelo. A direção cênica é de Paulo Esper.

A apresentação é uma homenagem à soprano Heidi Alves Lazzarini (1939-2003), que foi membro-fundadora, conselheira e vice-presidente da Associação São Pedro Pró-Cultura Paulista.

[Leia mais detalhes no Roteiro Musical.]