Banner 180x60
Bom dia.
Sábado, 16 de Dezembro de 2017.
 
E-mail:  Senha:

 

 
Nome

E-mail


 
Saiba como anunciar na Revista e no Site CONCERTO.
   


 

 

Vitrine Musical 2016 - Clique aqui e veja detalhes dos anunciantes

 

 
 

Votação encerrada


Ópera “Poranduba”, de Edmundo Villani-Côrtes (Temporada 2015 do Theatro São Pedro)
Orquestra do Theatro São Pedro; Coral Infantojuvenil da Escola de Música de São Paulo; Coral Lírico Paulista
André dos Santos, direção musical
Caio Ferreira e Roberto Rebaudengo, direção cênica
Elenco: Leonardo Neiva (Poranduba), Roseane Soares (Saracura), Eduardo Fujita (Kanassa), Aline Lobão (Iacy), Gabriella Pace (Ceucy), Eric Herrero (Jurupari), Céline Imbert (mãe) e Eduardo Amir (pai)
Theatro São Pedro de São Paulo, dias 22, 24, 26 e 29 de abril, e 1º e 3 de maio
   
Número de votantes: 206
Média: 7,6
Conceito:
   
Comentários:  
Felipe V. Villani Reproduz em sua composição a mais pura imagem de Nossa cultura folclórica. A música também tem a identidade nacional com contrastes que fazem a plateia vibrar junto com os músicos no fosso e no palco. Bravi a tutti.
   
Yuri Jaruskevicius Impossivel traduzir em palavras a emoção de ouvir a música sublime de Edmundo Villani-Côrtes. Além de saber escrever para voz, dá à orquestra grandes momentos como protagonista, em peças de efeito, de difícil execução técnica, mas que esta muitíssimo bem tocada. Vale TODA a pena assistir.
   
Carlos Alberto Adorei a Opera! Principalmente por ver cantores Brasileiros de altíssimo nível. Parabéns!
   
FERNANDO OMAR SILVEIRA ALMEIDA Muito bom o espetáculo, e feliz em ver uma ópera de compositor vivo fazendo sua estreia em São Paulo, um trabalho muito bem feito do Maestro André dos Santos e a equipe do Teatro São Pedro!
   
Carla Parabéns! Orquestra impecável, destaque para os coros, especialmente as crianças que deram um show. Os solistas Leonardo Neiva, Gabriela Pace e Eric Herrero estavam excelentes. BRAVO!
   
Julio Cesar de Magalhães Espetáculo muito bonito. Fiquei bastante emocionado com a linda interpretação de Ceuci de Gabriella Pace. Recomendo!
   
Robson Bertolino A montagem cênica estava ótima. O elenco e orquestra foram excelentes na apresentação que tive a oportunidade de assistir, dia 24. Mas no geral a impressão que tive foi a de ver um musical. E não a uma ópera. Auguri!
   
Sandra Garcia Custódio Assisti ao ensaio aberto e fiquei muito surpresa. É um espetáculo e tanto! Os cantores e coralistas cantam lindamente! O enredo é muito bom. Fiquei com vontade de quero mais.
   
Tom Ceravolo Parabéns a todos os que se apresentaram neste domingo (26/abril), com meu destaque para o espetáculo visual "pinkfloydiano"(?) e ao belo e eficiente guarda-roupa estilizado — e, ainda, ao prazer de ver/rever Céline Imbert no palco. É um espetáculo que merece ser visto por quem aprecia Música e Canto!
   
Oscar V. Linda ópera, lindo Teatro. O libreto é um pouco confuso mas o desempenho dos solistas, coro e principalmente da orquestra foi sensacional. Bravo ao jovem maestro que fez um trabalho de mestre e ao Villani por mais uma grande obra.
   
Minie dos Santos Adorei a ópera, os cantores são incríveis, verdadeiras estrelas, principalmente o cantor que fez jurupari, e a Ceucy, agora, a direção cênica não gostei muito, não condiz com o talento dos músicos... Figurino interessante, e bom visagismo...
   
Katti Margarete Piossek Maravilhosa ópera, cenário e luzes muito interessantes, por serem criativos e com muito significado!Um esplendor o canto, na nossa rica Língua Portuguesa! Encantamento com as crianças!! Realmente pais e filhos devem assistir juntos! Agradabilíssimo!!!
   
Eli Carlos Vieira Surpreendente e emocionante. Parabéns aos coros (lírico e infanto-juvenil), pelas intervenções tão louváveis em cena. Todas as vozes pareciam estar conectadas o tempo todo, seja coro ou solistas. O destaque fica para o barítono Leonardo Neiva que, inevitavelmente, rouba a cena o tempo todo. Presença de palco e de voz. Destaque ainda para Eric Herrero, um tenor de voz especial e que foi um diferencial na noite, além, claro de Gabriella Pace, apaixonante, vibrante e apaixonante. O parabéns extra para a récita de hoje (1/5) para a cantora que substituiu a mezzo Aline Lobão, que, conforme anunciado, precisou fazer uma cirurgia às pressas, ficando ausente do papel. Sua substituta foi chamada de última hora e teve a missão de relembrar esse papel que fez há dez anos. Parabéns, Theatro São Pedro, trazer uma obra tão especial e necessária que se faça conhecer.
   
Karina Emocionante!
   
Pedro Ribeiro Braga Cenografia incrível, imperdível.
   
Francisco Roberto Macedo Guimarães Montagem inusitada a qual combina perfeitamente cenário e figurinos, além de ter a presença da minha querida Gabriella Pace.
   
   

voto           voto



< Mês Anterior Dezembro 2017 Próximo Mês >
D S T Q Q S S
27 28 29 30 31 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6
 

 
São Paulo:

19/12/2017 - Coro Acadêmico da Osesp

Rio de Janeiro:
16/12/2017 - Linda Bustani - piano

Outras Cidades:
16/12/2017 - São José dos Campos, SP - Varvara Nepomnyahchaya (Rússia) - piano
 




Clássicos Editorial Ltda. © 2017 - Todos os direitos reservados.

Rua João Álvares Soares, 1404
CEP 04609-003 – São Paulo, SP
Tel. (11) 3539-0045 – Fax (11) 3539-0046