Banner 468x60
Banner 180x60
Boa tarde.
Terça-Feira, 17 de Outubro de 2017.
 
E-mail:  Senha:

 

 
Nome

E-mail


 
Saiba como anunciar na Revista e no Site CONCERTO.
   


 

Vitrine Musical 2016 - Clique aqui e veja detalhes dos anunciantes

 
 

Votação encerrada


Ópera “Don Pasquale”, de Gaetano Donizetti (Temporada 2015 do Theatro Municipal do Rio de Janeiro)
Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal; Coro do Theatro Municipal
Silvio Viegas, direção musical
André Heller-Lopes, direção cênica
Elenco: Sandro Christopher (Don Pasquale), Ludmilla Bauerfeldt (Norina), Luciano Botelho (Ernesto), Homero Velho (Malatesta) e Murilo Neves (Notaro)
Theatro Municipal do Rio de Janeiro, dias 25, 26, 27, 29 e 30 de setembro
   
Número de votantes: 180
Média: 5,7
Conceito:
   
Comentários:  
José Luiz Parabéns, ótimos cantores!
   
Alexandre Gonçalves da Nóbrega A récita de 29/09/15 a que assisti não foi o manjar dos deuses, entretanto marca positivamente o início de uma nova era para o Theatro Municipal. Só o fato de haver cenários, já é um grande ponto a favor da nova administração e se comparada à outras produções já está muito a frente. Sandro Christopher no papel principal se saiu bem na parte interpretativa, porém a meu ver, vocalmente deixou muito a desejar, sendo encoberto pela orquestra em várias passagens e em algumas somente se podia ver seus lábios se mexendo. Ludmilla Bauerfeldt fez uma boa Norina, de voz bem projetada, sobretudo nos agudos e com boa interpretação. Deixou a desejar, porém, nos agudos a que tanto estamos acostumados a ouvir nas óperas de Donizetti(ainda que muitos não tenham sido escritos), fazendo-se audível somente no agudo final. Nas outras vezes em que tentou fazê-los, ora esteve encoberta pela orquestra e outras vozes, ora não conseguiu encaixá-los. Luciano Botelho foi para mim um Ernesto sofrível, todas as suas passagens um pouco mais agudas foram lastimáveis. Não mostrou volume nem projeção e por vezes seu canto soou gritado e sem limpidez. O que para mim não surpreendeu foi a atuação de Homero Velho, foi um Malatesta muito bom, sua voz soou agradável e muito bem audível, tendo sido o melhor da noite. Quanto ao coro, como sempre muito bom, mas houve alguns desencontros com a orquestra que esteve bem sob a regência do maestro Sílvio Viegas. Em resumo, tivemos uma produção de regular para boa, quantitativamente poderia receber um 6,5.
   
claudia teixeira Que belo espetáculo! Destaque para o cenário muito lindo. Vozes, coro e orquestra excelentes. Pena que a legenda estava difícil de ler por causa do pouco contraste entre as letras e o fundo. ( dia 29).
   
Carlos M Vasconcelos Assisti a récita do dia 29. Fiquei encantado com o cenario, figurinos e a iluminação, muito bom gosto! Destaque p o barítono Homero Velho.
   
   

voto           voto



< Mês Anterior Outubro 2017 Próximo Mês >
D S T Q Q S S
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31 1 2 3 4
 

 
São Paulo:

25/10/2017 - Percorso Ensemble

Rio de Janeiro:
21/10/2017 - Balé O lago dos cisnes, de Tchaikovsky

Outras Cidades:
19/10/2017 - Brasília, DF - Orquestra Capital Philharmonia
 




Clássicos Editorial Ltda. © 2017 - Todos os direitos reservados.

Rua João Álvares Soares, 1404
CEP 04609-003 – São Paulo, SP
Tel. (11) 3539-0045 – Fax (11) 3539-0046