Banner 468x60
Banner 180x60
Boa tarde.
Segunda-Feira, 23 de Outubro de 2017.
 
E-mail:  Senha:

 

 
Nome

E-mail


 
Saiba como anunciar na Revista e no Site CONCERTO.
   


 

Vitrine Musical 2016 - Clique aqui e veja detalhes dos anunciantes

 
 

Votação encerrada


Ópera “Dom Quixote”, de Jules Massenet (Temporada 2016 do Theatro São Pedro)
Orquestra do Theatro São Pedro
Luiz Fernando Malheiro, direção musical e regência
Pedro Messias, regência (dia 9)
Jorge Takla, direção cênica
Elenco: Gregory Reinhart (Dom Quixote), Luisa Francesconi (Dulcineia), Eduardo Amir (Sancho Pança), Roseane Soares (Pedro), Cecilia Massa (Garcias), Aníbal Mancini (Rodriguez), André Rabello (Juan), Alexis Radoux, Daniel Klepacz e Rodrigo Veloso (bandidos)
Theatro São Pedro de São Paulo, dias 2, 4, 6, 9, 11 e 13 de março
   
Número de votantes: 165
Média: 7,7
Conceito:
   
Comentários:  
Nilton Divino DAddio Tudo feito com muito carinho e um destaque para os três cantores principais, que são excelentes. O Dom Quixote era o próprio.
   
Sandra Garcia Custódio Gostei muito da ópera. Os cenários são lindos. Um clássico que vale a pena rever sempre. Os atores/cantores que fazem Dom Quixote e Sancho são ótimos. As dançarinas de flamenco são formidáveis. Luisa Francesconi, que faz Dulcineia, é simplesmente maravilhosa. Já a tinha visto como Carmen de Bizet na ópera musical com a OSUSP,o Coral da USP e o Infantojuvenil da EMM no ano passado na Sala São Paulo.
   
José Paulo Fiks Está provado que a música faz bem à mente. Em tempos de tempestades econômicas e políticas assistir a esta montagem sublime de Dom Quixote nos faz embarcar em atmosfera de renovação psíquica. Se a Thaís de Massenet foi a fonte da melhor montagem do ano passado, neste ano novamente este compositor sai disparado na preferência de melhor ópera do ano. Mesmo que esteja só começando...
   
Regina Van Adorei. Cenário 10, figurino 10, interpretação 10, coreografia mag-ni- fi- que. Parabéns a todos da equipe. Bjs
   
Madson Bravo, bravíssimo! Belíssima apresentação, um espetáculo emocionante! Parabéns a todos que se empenharam na elaboração, produção e direção desta ópera! A orquestra estava primorosa!
   
Carla O Theatro São Pedro já vinha se destacando nas últimas ópera montadas e Dom Quixote veio coroar com esta montagem espetacular. Toda a parte técnica salta aos olhos, cenário, iluminação, figurino. A orquestra estava impecável e vibrante. O coro nunca esteve tão bem, seguro e preciso, com destaque para a cena dos ladrões. Os solistas estavam incríveis. Francesconi exuberante no canto, na forma e na interpretação. Reinhart, o perfeito Dom Quixote, voz linda, emissão potente e uma interpretação tocante. Amir fez um Sancho correto e bastante eloquente nos dois últimos atos. Os bailarinos estavam deslumbrantes. Toda a movimentação de cena estava harmoniosa. Enfim, uma montagem primorosa digna de referência. BRAVI!
   
Erick Kogikoski Gostaria de agradecer o espetáculo realizado pelo Theatro São Pedro na tarde de ontem, dia 06/03/16, com a Ópera Dom Quixote. Foram momentos de inigualável prazer, onde a atuação trouxe à minha alma sentimentos de alegria, ódio, satisfação e tristeza. Momento que ficará marcado para sempre em meu coração. No Brasil de hoje, com tantos sofrimentos, ocasionados principalmente pelo governo, estamos perdidos, sem saber para onde ir, pois acabaram com tudo, educação e cultura foram dizimados, fazendo com que o povo não distinga mais o que é horrível e o que é belo. Bela, belíssima foi a obra desta Ópera, que atinge no fundo de nossa alma e faz resplandecer a esperança de um futuro melhor, onde ainda existe a arte e a capacidade de exprimi-la. Parabéns a todos do Theatro São Pedro, em especial para: A Bela Dulcineia | mezzo-soprano | Luisa Francesconi Dom Quixote | baixo | Gregory Reinhart (atuação esplendorosa, ele é o Dom Quixote) Sancho Pança | barítono| Eduardo Amir Luiz Fernando Malheiro | Direção Musical e Regência Jorge Takla |Concepção e Direção Cênica Nuria Castejon |Coreografia Nicolas Boni |Cenografia Fábio Namatame |Figurino Ney Bonfante| Desenho de Luz
   
Eduardo Romero ESPETÁCULO EXCEPCIONAL. Que alegria ver uma montagem tão bela e criativa, cantores tão incríveis e uma regência tão inspirada! Tudo funcionou maravilhosamente. Luisa Francesconi (Dulcineia) e Eduardo Amir (Sancho) atuaram maravilhosamente e cortaram a orquestra sem dificuldade alguma. Gregory Reinhart, no papel de Quixote, foi incrível, tanto no canto quanto na atuação. Que prazer ouvir um baixo, com uma potência de voz incrível, em um papel principal! Ademais, Reinhart é simplesmente a cara do Quixote imaginado por Doré! O físico, o rosto, a barba, a idade... Foi o papel perfeito para o cantor! Com relação à montagem, os figurinos foram muito bonitos e a direção de atores foi bastante competente. Foi genial a ideia de Jorge Takla de se inspirar nas ilustrações de Doré para criar os cenários. A regência do maestro Malheiro foi impecável, como sempre. Espero que os demais espetáculos da temporada sejam tão bons quanto este, que não deve nada às produções das melhores casas de ópera do mundo!
   
André Luiz Naves Silva Ferraz Uma das melhores montagens a que já assisti!
   
Heber Levi Esplêndido! Todos empenharam-se grandemente, e os protagonistas foram sublimes em sua interpretação. Muitíssimo belo e intenso.
   
Gerson Morelli Literalmente um ESPETÁCULO! a Atuação e canto de Gregory Heinhart foi espetacular! todo o elenco trabalhou maravilhosamente...dançarinos flamencos....e a diração musical e regência impecáveis!!
   
bruna Excelente...
   
Sima Halpern Montagem alegre e cativante! Os dois personagens principais foram interpretados como se os próprios estivessem no palco! Bravi Luisa Francesconi (bela!) e Gregory Reinhart, o Dom Quixote ressuscitado!
   
Joao Messias Espetáculo maravilhoso, senários bem montados, boa direção. Vale a pena assistir.
   
Deisy Rodrigues Aquele momento em que você têm tantos motivos para elogiar o espetáculo que não sabe por onde iniciar,simplesmente maravilhoso. A orquestra estava incrível,bailarinos cativantes, coro sublime, a cenografia e figurino em perfeita sintonia,um brilho para os olhos. Eduardo Amir fez um Sancho que divertiu e emocionou,a mezzo-soprano Luisa Francesconi cativou a todos com sua Dulcineia e sua voz apaixonante, quem roubou a cena foi mesmo o barítono Gregory Reinhart,parecia Dom Quixote encarnado dos livros para o palco,sua presença teatral,timbre de voz,tudo fazia uma referência ao cavalheiro da triste figura. Teatro São Pedro mostrando o que há de melhor na ópera.
   
Nina As montagens do São Pedro nunca decepcionam, sempre impecáveis! Com destaque para Gregory Reinhart e o balé que chegaram a perfeição. Mas minha NOTA ZERO vai para o público do dia 11/3: falando histericamente durante a palestra explicativa (constrangendo o palestrante), batendo palmas em momento inoportunos, isso é público de ópera ou forró? Como disse Fernanda Montenegro: "Às vezes até a plateia não tem talento". Outro ponto a considerar é a arrogância dos músicos da ORTHESP, os quais saem pelos fundos para não cumprimentar o público. Sejam mais humildes
   
Mateus junior Fantastico! Cantores, cenários, figurinos, direção, atuação, orquestra. Tudo perfeito e em sincronia. O pessoal empolado do Municipal deveria aprender alguma coisa com o São Pedro
   
JANAITA MARIA TOALIAR Espetáculo impecável,desde o elenco, passando pela orquestra, coro, ballet, toda a produção muito bem realizada. Cenário apropriado, ambientação adequada à época em que se passa a obra (nada de futurismos como tem feito o TMSP), simplesmente encantador. Adoraria poder assistir novamente.
   
Dionéa Luizetto Um Dom Quixote que parece ter esperado a vida inteira para viver esse personagem foi maravilhoso, orquestra, coro, iluminação, cenário e principalmente a dança que abrilhantou a obra. Parabéns a todos.
   
Ricardo Massaini Destaques da Ópera, coreografia, cenários, figurinos e interpretação nota 10 !
   
Julian Impecável e emocionante. Melhor ópera da década!
   
Amauri Meira Espetaculo maravilhoso, orquestra excepcional, elenco espetacular.
   
   

voto           voto



< Mês Anterior Outubro 2017 Próximo Mês >
D S T Q Q S S
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31 1 2 3 4
 

 
São Paulo:

27/10/2017 - Antonio Meneses - violoncelo

Rio de Janeiro:
27/10/2017 - XXII Bienal de Música Brasileira Contemporânea

Outras Cidades:
29/10/2017 - Campinas, SP - Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas
 




Clássicos Editorial Ltda. © 2017 - Todos os direitos reservados.

Rua João Álvares Soares, 1404
CEP 04609-003 – São Paulo, SP
Tel. (11) 3539-0045 – Fax (11) 3539-0046