Banner 180x60
Bom dia.
Segunda-Feira, 11 de Dezembro de 2017.
 
E-mail:  Senha:

 

 
Nome

E-mail


 
Saiba como anunciar na Revista e no Site CONCERTO.
   


 

 

Vitrine Musical 2016 - Clique aqui e veja detalhes dos anunciantes

 

 
 
 
O Carnaval e o Municipal (10/3/2011)
Por Irineu Franco Perpetuo

Como já sabe quem leu a matéria de capa da revista CONCERTO deste mês, assinada por Leonardo Martinelli, nem só de Schumann e Saint-Saëns vivem as relações entre Carnaval e música erudita. Tida como o “túmulo” do samba, São Paulo teve o clássico como temática em várias escolas que disputaram o grupo especial no recém-terminado Carnaval deste ano. E o resultado não podia ter sido ser mais contrastante: o Vai-Vai (perdão, mas os moradores do bairro só nos referimos à nossa escola no masculino) foi campeão com João Carlos Martins, enquanto a Unidos do Peruche conheceu o rebaixamento com o Teatro Municipal.

Claro que o desempenho conseguido no Sambódromo tem muito mais a ver com os méritos intrínsecos de cada agremiação do que com o enredo escolhido. E não é o caso aqui de tripudiar em cima do infortúnio da Unidos do Peruche, uma escola tradicional e gloriosa que tem tudo para espantar os incríveis azares que ocorreram em seu desfile de 2011 e voltar a abrilhantar o grupo especial em futuro próximo.


João Carlos Martins e músicos da Bachiana Filarmônica, durante desfile do Vai-Vai [Foto: divulgação/Ivette Rojas]

Contudo, não dá para deixar de ver uma ironia amarga neste resultado. Porque, se houvesse um sistema de pontuações e notas no cenário brasileiro de ópera, o Teatro Municipal, outrora uma agremiação de ponta, estaria em situação de rebaixamento no ano de seu centenário.

Como Martinelli bem assinalou em seu texto, consciência da importância da ópera não faltou aos carnavalescos do Peruche, cujo samba proclamava: “Palco divino de estrelas/Bravo!Bravíssimo!/A ópera trouxe emoção/E conquistou meu coração”.

Pois é. Bonito de ler e ouvir (
clique aqui para ver a letra completa do samba, bem como o áudio). Pena que o “palco divino de estrelas” do Municipal não receba uma montagem de ópera desde 2008. E, como acontece no futebol com os times ameaçados de rebaixamento, as trocas de “treinador” têm sido constantes.

Para quem assistia nos anos 1980 à telenovela global Roque Santeiro, a meteórica passagem de Alex Klein pela direção artística da casa teve ares de Viúva Porcina -”foi sem nunca ter sido”. Abel Rocha chega para seu lugar com as melhores intenções, credenciais e expectativas.


Carro alegórico da Unidos do Peruche, que representa o Teatro Municipal de São Paulo [Foto: divulgação/Ivette Rojas]

Mas, como todo mundo que acompanha futebol sabe, só trocar de “treinador” não basta. Em matéria que foi capa da Revista da Folha em junho do ano passado (guardo o exemplar comigo; clique aqui para o link para assinantes do jornal,) a diretora do Municipal, Beatriz Franco do Amaral, prometia para 2011 uma “programação nível Metropolitan, de Nova York”.

Bem, quem quiser Metropolitan, que vá ao cinema. A seis meses do centenário do Municipal, não temos ainda a temporada anunciada, e a letárgica reforma da casa continua se arrastando a passos de tartaruga. Ainda dá para evitar o rebaixamento, mas o tempo parece estar se esgotando ainda mais rápido do que a paciência dos fãs de ópera.





Irineu Franco Perpetuo - é jornalista, colaborador do jornal Folha de S. Paulo e correspondente no Brasil da revista Ópera Actual (Barcelona).

Mais Textos

A goleada da Argentina (e nem precisaram do Messi) Por Nelson Rubens Kunze (8/12/2017)
Uma grande e despretensiosa sátira Por João Luiz Sampaio (8/12/2017)
Museu virtual reúne milhares de instrumentos de coleções britânicas Por Camila Frésca (4/12/2017)
Karnal, a Osesp e o governador Por Nelson Rubens Kunze (24/11/2017)
Quem não trafega nas redes sociais se trumbica Por João Marcos Coelho (24/11/2017)
Budu e Hilsdorf: nasce um duo Por Irineu Franco Perpetuo (14/11/2017)
Três óperas Por Jorge Coli (7/11/2017)
Convocação de OSs para Emesp, Guri e Conservatório de Tatuí reforça torniquete financeiro do governo Por Nelson Rubens Kunze (3/11/2017)
Para onde nos levará a onda de censura no país? Por João Marcos Coelho (31/10/2017)
Os quartetos de cordas e a reavaliação da obra de Villa-Lobos Por Camila Frésca (30/10/2017)
O Brahms profundo e espontâneo de Nelson Freire Por Irineu Franco Perpetuo (25/10/2017)
Primeiras impressões sobre a temporada da Osesp Por João Marcos Coelho (29/9/2017)
“Tosca” tem montagem competente no Rio de Janeiro Por Nelson Rubens Kunze (28/9/2017)
Refinamento e inventividade em “Brazilian Landscapes” Por Camila Frésca (28/9/2017)
Um “Nabucco” problemático no Theatro Municipal de São Paulo Por João Luiz Sampaio (26/9/2017)
Na estreia com a Osesp, Leonardo Hilsdorf encanta a Sala São Paulo Por Irineu Franco Perpetuo (22/9/2017)
Festival de Ópera do Theatro da Paz faz bom “Don Giovanni” Por Nelson Rubens Kunze (19/9/2017)
Penderecki e Szymanowski: uma noite musical maior Por Jorge Coli (18/9/2017)
Novo fôlego para a ópera no RS Por Everton Cardoso (8/9/2017)
Wagner de boa qualidade, mas sem lirismo e vigor dramático Por Jorge Coli (4/9/2017)
Finalmente Dudamel “suja” mãos e batuta com a “política” Por João Marcos Coelho (24/8/2017)
Dobradinha “Pulcinella & Arlecchino” tem boa realização no Theatro São Pedro Por Nelson Rubens Kunze (23/8/2017)
O bel canto colorido e expressivo de Javier Camarena Por Irineu Franco Perpetuo (10/8/2017)
Osesp faz belo concerto com programa raro Por Jorge Coli (9/8/2017)
Terceira edição do Festival Vermelhos consolida projeto cultural em Ilhabela Por Camila Frésca (8/8/2017)
Em busca da música Por João Marcos Coelho (28/7/2017)
 
Ver todos os textos anteriores
 
<< voltar

 


< Mês Anterior Dezembro 2017 Próximo Mês >
D S T Q Q S S
27 28 29 30 31 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6
 

 
São Paulo:

15/12/2017 - Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, Coro Acadêmico da Osesp e Coro da Osesp

Rio de Janeiro:
16/12/2017 - Linda Bustani - piano

Outras Cidades:
15/12/2017 - Salvador, BA - Orquestra Sinfônica da Bahia
 




Clássicos Editorial Ltda. © 2017 - Todos os direitos reservados.

Rua João Álvares Soares, 1404
CEP 04609-003 – São Paulo, SP
Tel. (11) 3539-0045 – Fax (11) 3539-0046