Banner 468x60
Banner 180x60
Bom dia.
Quarta-Feira, 20 de Junho de 2018.
 
E-mail:  Senha:

 

 
Nome

E-mail


 
Saiba como anunciar na Revista e no Site CONCERTO.
   


Vitrine Musical 2016 - Clique aqui e veja detalhes dos anunciantes

 

 
 
 
“O rouxinol”, ou a cereja do sundae (13/12/2012)
Por Leonardo Martinelli

Não há muitas dúvidas de que este ano o Teatro Municipal de São Paulo (TMSP) realizou uma das mais significativas temporadas líricas de sua história, contando regularmente com bons elencos vocais, montagens ousadas e títulos imponentes. Tendo isto em vista, a montagem da ópera O rouxinol, de Igor Stravinsky, foi o toque final, a cereja deste sundae substancioso, encerrando em grande estilo uma temporada memorável.

Esta produção repetiu o aclamado time que ano passado deslumbrou a plateia do TMSP com L'enfant et les sortilèges, de Ravel, produção esta que imperou na mais recente edição do Prêmio Carlos Gomes. Encontram-se novamente na principal casa de ópera paulistana a sempre competente Orquestra Experimental de Repertório, seu regente titular, o maestro Jamil Maluf, a diretora de cena Livia Sabag, que teve suas ideias visualmente materializadas pelo inspirado diretor de arte e cenógrafo Fernando Anhê.


Cena da ópera O rouxinol, no Teatro Municipal de São Paulo [foto: divulgação / Adriano Scanhuela]

Estreado em Paris em 1914 – não muito tempo após a turbulenta estreia da Sagração da Primavera – a ópera O rouxinol traz ainda muito da dificuldade musical típica das partituras que Stravinsky compôs na década de 1910, desafio este em geral superado com segurança tanto pelo elenco orquestral como pelo vocal, que tiveram em Jamil Maluf um porto seguro métrico em meio às turbulências rítmicas da escritura stravinskiana.

Porém, em termos de espetáculo teatral, apesar de suas diminutas dimensões – em geral perfaz-se seus três atos em menos de uma hora – O rouxinol encerra um verdadeiro desafio cênico, tendo em vista a pouca preocupação com qualquer verossimilhança narrativa do libreto que Stravinsky assinou junto com Stepan Mitusov. Isto reforça sua dimensão simbólica e aumenta a carga de responsabilidade da encenação.

Apensar do curto espaço de tempo que tiveram para ocupar o palco do TMSP antes da estreia, Sagab e Anhê conseguiram superar estas dificuldades implícitas do título e criar um espetáculo fluente e visualmente bonito, apesar de a partir do segundo ato o trabalho de luz não ter ficado à altura do contexto cênico como um todo.


Cena da ópera O rouxinol, no Teatro Municipal de São Paulo [foto: divulgação / Adriano Scanhuela]

Construído de forma equilibrada, o elenco vocal deste Rouxinol foi estrelado pela bela voz da soprano russa Olga Trifonova. Ágil e segura de suas habilidades, Trifonova encantou (literalmente) com sua musicalidade rara e domínio de passagens em piano e pianissimo no registro agudo. Ou destaque foi o belo trabalho realizado pelo barítono Leonardo Pace (Imperador da China), que contracenou com Eric Herrero (Pescador), Daniella Carvalho (Cozinheira), Saulo Javan (Bonzo) e Silvia Tessuto (Morte), entre outros. Igualmente eficiente foi a participação do Coral Paulistano nesta produção, para a qual foi necessária uma preparação específica em idioma russo, em geral elogiada por aqueles que falam este idioma (o que não é o caso deste humilde crítico).

O ano do TMSP termina com o canto do rouxinol, e espera-se que este belo canto seja um bom agouro para a nova fase que a instituição necessariamente iniciará a partir do ano que vem, quando teremos o início de um novo ciclo político ocasionado pela troca de poder na prefeitura paulistana. Boa sorte a todos nós!





Leonardo Martinelli - é compositor e jornalista. Foi editor-assistente da Revista CONCERTO entre 2009 e 2013, e atualmente é diretor de formação da Fundação Theatro Municipal de São Paulo.

Mais Textos

Com Richard Strauss, ópera segue bem em 2018 no Municipal de São Paulo Por Nelson Rubens Kunze (19/6/2018)
Julia Lezhneva: Triunfo barroco na Sala São Paulo Por Irineu Franco Perpetuo (12/6/2018)
Movimento Violão, 15 anos de atividades eternizadas num lançamento de fôlego Por Camila Frésca (4/6/2018)
Dois elencos, duas Traviatas Por Jorge Coli (28/5/2018)
Uma grande surpresa e um grande concerto para piano Por João Marcos Coelho (25/5/2018)
Suisse Romande: Master class na Sala São Paulo Por Irineu Franco Perpetuo (15/5/2018)
Um matrimônio espirituoso, vivo e musical Por Jorge Coli (8/5/2018)
“Fausto” é novo marco artístico do Festival Amazonas de Ópera Por Nelson Rubens Kunze (7/5/2018)
Clássico em terreno popular: o encantador recital de Cristian Budu na série “Tupinambach” Por Camila Frésca (3/5/2018)
Um "Faust" digno dos grandes teatros internacionais Por Jorge Coli (2/5/2018)
Verdi futurista aterrissa no Theatro Municipal do Rio Por Nelson Rubens Kunze (30/4/2018)
Cristian, Jamil e OER empolgam o Municipal lotado Por Irineu Franco Perpetuo (30/4/2018)
Ótima "Traviata" estreia em Belo Horizonte Por Nelson Rubens Kunze (27/4/2018)
A Camerata Romeu e a reinvenção da música Por João Marcos Coelho (26/4/2018)
Primeira escuta: Ronaldo Miranda estreia obra com a Osesp Por Nelson Rubens Kunze (25/4/2018)
Oito olhos azuis e muita música Por Jorge Coli (19/4/2018)
‘Missa’ de Bernstein é destaque no Theatro Municipal de São Paulo Por Nelson Rubens Kunze (10/4/2018)
“O Corego” e os primórdios da representação operística Por Camila Frésca (6/4/2018)
Natalie Dessay: uma expressão que transcende as palavras Por Irineu Franco Perpetuo (5/4/2018)
Os Músicos de Capella fazem primorosa ‘Paixão’ de Bach Por Nelson Rubens Kunze (29/3/2018)
A música não mente Por João Marcos Coelho (27/3/2018)
Enfim, uma sede para a Ospa! Por Nelson Rubens Kunze (26/3/2018)
A Osesp, Villa-Lobos e o “voo de galinha” Por João Marcos Coelho (23/3/2018)
Jan Lisiecki: para uma temporada de austeridade, um pianista nada austero Por Irineu Franco Perpetuo (14/3/2018)
“Lo Schiavo” em Campinas: encantamento e melancolia Por Jorge Coli (12/3/2018)
Villa-Lobos, a Semana de Arte Moderna e o Brasil Por Camila Frésca (8/3/2018)
 
Ver todos os textos anteriores
 
<< voltar

 


< Mês Anterior Junho 2018 Próximo Mês >
D S T Q Q S S
27 28 29 30 31 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
 

 
São Paulo:

20/6/2018 - Adriana Sanchez - cantora e sanfona

Rio de Janeiro:
20/6/2018 - Grupo Vitória Régia

Outras Cidades:
21/6/2018 - Vitória, ES - Orquestra Camerata Sesi
 




Clássicos Editorial Ltda. © 2018 - Todos os direitos reservados.

Rua João Álvares Soares, 1404
CEP 04609-003 – São Paulo, SP
Tel. (11) 3539-0045 – Fax (11) 3539-0046