Abel Rocha é confirmado novo regente titular da Sinfônica Municipal de São Paulo

por Redação CONCERTO 15/02/2011

Após a recente e repentina saída de Alex Klein da direção da Sinfônica Municipal de São Paulo, onde permaneceu por menos de cinco meses, acaba de ser confirmado o nome do maestro Abel Rocha como novo regente titular da orquestra.

 

Abel Rocha já foi maestro do Teatro Municipal de 1987 a 1990 e era um dos nomes cogitados quando Klein foi indicado ao cargo. Atualmente é diretor artístico do Collegium Musicum de São Paulo, além de permanecer engajado à Companhia Brasileira de Ópera, na qual teve importante papel como diretor de voz e maestro residente. É ainda professor do Instituto de Artes da Unesp e professor de regência da UniFIAM/FAAM.

Abel realizou uma elogiada e premiada gestão à frente da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo, junto ao extinto Centro Tom Jobim, onde permaneceu de 2004 a 2009, até ser demitido (leia matéria).

O Teatro Municipal de São Paulo, que em 2011 completa 100 anos, passa por um de seus momentos mais delicados. A casa está fechada para uma reforma que se arrasta por quase dois anos. A orquestra, sem uma programação expressiva, deixa os seus qualificados músicos sem atividades regulares ou estímulos de qualquer ordem.

Em um passado recente o maestro Rodrigo de Carvalho deixou a orquestra para a chegada de Alex Klein, que injetou uma dose de esperança para um centenário de verdadeiras renovações. Contudo, após o adiamento da reabertura do teatro – conforme relatado no Site CONCERTO (leia matéria)  – e desentendimentos sobre o calendário das apresentações, Klein pediu demissão.

Assim, Abel Rocha corajosamente assume o grande ‘abacaxi’ musical do momento; tanto pode ser mais uma ‘vítima’ da morosidade da administração cultural municipal, como pode lograr montar uma equipe verdadeiramente eficiente para reverter esses tempos de dificuldades. A grande expectativa é a da tranformação do teatro em uma Fundação, para oferecer a São Paulo uma programação digna de um dos mais importantes teatros do país.