Antonio Meneses e grupo português tocam no Parque do Ibirapuera e na Sala São Paulo

por Redação CONCERTO 04/11/2016

O violoncelista brasileiro Antonio Meneses e a Orquestra Gulbenkian, de Portugal, encerram, com dois concertos na Sala São Paulo, nos dias 7 e 8, a temporada da Cultura Artística. A regência é do maestro Lawrence Foster, que dirigiu o grupo por mais de dez anos e é hoje um de seus principais maestros convidados. Antes, no dia 6, o grupo se apresenta ao ar livre, na plateia externa do Auditório Ibirapuera, às 11 horas.

 

Meneses é um dos mais destacados solistas brasileiros. Radicado na Suíça, onde dá aulas no Conservatório de Berna, já integrou o Trio Beaux-Arts e é parceiro de música de câmara de pianistas como Menahem Pressler e Maria João Pires, além da carreira de solista. Em São Paulo, no dia 7, ele interpreta o Concerto de Lalo, estreado em 1876 e até hoje uma das mais importantes criações de seu autor. Já no dia 8, outra das especialidades de Meneses: Shostakovich, de quem ele interpreta o Concerto nº 1.

Criada em 1911, a Orquestra Gulbenkian traz dois programas distintos a São Paulo. No dia 7, além da peça de Lalo, o concerto tem Deux portraits imaginaires, do português Pedro Amaral, e a Sinfonia nº 8, de Dvorák. E, no dia 8, a Sinfonia nº 8 – Inacabada, de Schubert, e a Sinfonia nº 3, de Mendelssohn. O grupo também se apresenta no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, no dia 9, pela temporada de concertos O Globo/Dell’Arte.

[Veja mais no Roteiro Musical]