CPFL Cultura de Campinas retoma programação dedicada à música contemporânea

por Redação CONCERTO 01/04/2011

A partir deste mês, a CPFL Cultura de Campinas retoma sua programação dedicada à música contemporânea, coordenada pelo jornalista e colaborador da Revista CONCERTO João Marcos Coelho.

 

O módulo “Novos sons, velhos instrumentos – a revolução das novas técnicas instrumentais” tem curadoria da regente Simone Menezes. O objetivo é convidar o público a uma viagem pelo universo dos instrumentos tradicionais mostrando, no entanto, formas ampliadas de se tocar. “Essa tendência possui uma gama riquíssima de repertório, que tem seus primórdios na música impressionista de Claude Debussy, até a música mais experimental de Arthur Kampella, mostrando seu uso também nas tendências nacionalistas, como em Edino Krieger, e no pop, como em Jimi Hendrix”, destaca Simone.

No sábado, dia 2 de abril, o violonista Mário da Silva mostra obras que comprovam a pluralidade timbrística do seu instrumento. Dia 9, sonoridades inusitadas da música de Debussy, Jorge Antunes e Tatiana Catanzaro, entre outras, serão interpretadas por um quarteto de cordas e a harpista Liuba Kletsova. O conjunto Low Brass Project e convidados fazem a apresentação do dia 16, enquanto a flautista Sarah Hornsby, acompanhada do pianista Ricardo Ballestero, encerra a série no dia 30 com obras do século XX.