Fernando Henrique Cardoso garante autonomia da Fundação Osesp

por Redação CONCERTO 24/07/2008

Em entrevista concedida a João Luiz Sampaio e publicada no jornal O Estado de S. Paulo, Fernando Henrique Cardoso, presidente do Conselho de Administração da Fundação Osesp, garantiu que há autonomia de gestão da entidade perante o governo. "Quaisquer pressões que porventura tenham motivado comentários [...] terão encontrado, como continuarão a encontrar, resposta equilibrada e firme por parte do conselho, posto que é a esse que cabe, pelo contrato de gestão com o governo do Estado, definir os rumos da Osesp." As declarações do presidente Fernando Henrique são tranquilizadoras e indicam que há, também por parte do governo, a compreensão da importância da garantia da independência do modelo das organizações sociais. "O arcabouço institucional que mantém a administração da orquestra e da Sala São Paulo é firme e capaz de indicar, com clareza e eficiência, os caminhos para a preservação daa integridade do projeto", afirmou Fernando Henrique. Quanto à sucessão do maestro John Neschling, FHC disse: "Será responsabilidade exclusiva do conselho definir os mecanismos pelos quais se dará tal escolha, dentro de critérios exclusivamente artísticos e visando a continuidade da obra, que todos reconhecemos, altamente meritória do maestro Neschling e de seus colaboradores, músicos e administradores. Não houve ainda qualquer reunião do conselho da fundação para definir métodos nem de que forma seremos assessorados para proceder à escolha do novo regente." Clique aqui para ler a entrevista completa.

Leia também neste site: Ação da Secretaria da Cultura fere espírito das Organizações Sociais