Hubert Soudant rege Petrobras Sinfônica

por Redação CONCERTO 15/09/2011

Diretor musical da Orquestra Sinfônica de Tóquio desde 2004, o maestro holandês Hubert Soudant vem ao Brasil para reger, no dia16, a Orquestra Petrobras Sinfônica (Opes) no Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

 

O regente, que já recebeu premiações como a Karajan International Conducting Competition e a Besançon Young Condutor Competition, também atuou como diretor musical da Sinfônica de Utrecht, Orquestra Nacional des Pays de la Loire e e da orquestra do Mozarteum de Salzburg, além de ser convidado frequente da Sinfônica de Melbourne. Sob sua regência, a Opes interpreta a abertura Rosamunde, de Schubert, e a Sinfonia nº 41, “Júpiter”, de Mozart.

Já sob a regência de Carlos Prazeres, regente assistente da Opes e diretor artístico da Orquestra Sinfônica da Bahia, a orquestra faz dois concertos, nos dias 21 e 28, no Teatro Carlos Gomes, com a abertura Guilerme Tell, de Rossini, a Suíte nº 1 de Peer Gynt, de Grieg, a Valsa das flores, de Tchaikovsky, Mourão, de Guerra-Peixe e a abertura de O Guarani, de Carlos Gomes.

[Veja detalhes no Roteiro Musical]